Correio do Povo | Notícias | Mesmo com titulares, Grêmio perde para o Cruzeiro na Arena

Porto Alegre

21ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, terça-feira, 23 de Outubro de 2018

  • 03/02/2018
  • 23:23
  • Atualização: 01:02

Mesmo com titulares, Grêmio perde para o Cruzeiro na Arena

Tricolor permanece na penúltima colocação do Campeonato Gaúcho após derrota por 1 a 0

Cruzeiro venceu com gol de pênalti e complicou a situação do Grêmio no Gauchão | Foto: Vinicius Costa / Futura Press / AE / CP

Cruzeiro venceu com gol de pênalti e complicou a situação do Grêmio no Gauchão | Foto: Vinicius Costa / Futura Press / AE / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

Na primeira partida do time titular na temporada, o Grêmio perdeu para o Cruzeiro, por 1 a 0, na noite deste sábado, na Arena. Os tricampeões da Libertadores pressionaram o adversário, mas pararam nas excelentes defesas do goleiro Deivity. Para complicar ainda mais, Madson derrubou Kozlowski dentro da área no início da segunda etapa e Kayron marcou de pênalti.

Com o resultado, o Tricolor segue na 11ª colocação e penúltima do Gauchão. Os comandados de Renato Portaluppi acabar a quinta rodada na lanterna, se o Novo Hamburgo não perder para o São Paulo, no Estádio do Vale, segunda-feira, às 20h30min.

Pela tabela original, o próximo jogo do Grêmio seria o clássico Gre-Nal, porém, a pedido da direção tricolor, a partida passou para o dia 11 de março, após a última rodada da fase classificatória. Desta forma, o próximo compromisso da equipe de Renato Portaluppi no Gauchão será contra o Brasil de Pelotas, no dia 7, às 21h45min, novamente na Arena.

Grêmio domina no início e sente início de temporada

O Grêmio iniciou a primeira partida da temporada com os titulares da mesma forma que terminou as partidas no segundo semestre de 2017, pressionando os adversários desde o apito inicial. Logo a dois minutos, Kannemann acertou o poste direito de Deivity, após cobrança de escanteio da direita de ataque. Mas o Cruzeiro respondeu depois, levando perigo à meta gremista.

Fernando Pinto fez jogada individual pela esquerda de ataque, cortou para o meio e bateu forte. A bola foi para fora, mas rente ao travessão de Grohe. A partir dos 10 minutos, os visitantes passaram a dividir as ações ofensivas com a equipe local. Com os espaços abertos pela pretensão do rival, o Grêmio voltou a criar. Aos 19, Everton deu um passe de "gancho" por cima da defesa do Cruzeiro para Luan, que mandou a paulada e Deivity fez excelente defesa.

Três minutos depois, Luan cobrou falta próxima à meia lua da grande área, mas a bola passou ao lado do poste direito de Deivity. Nos minutos finais, os comandados de Renato Portaluppi voltaram a pressionar o adversário no seu campo defensivo, porém não conseguiram criar novas oportunidades de gol.

Cruzeiro marca cedo e segura o resultado

Logo no início da etapa final, aos dois minutos, Madson derrubou Kozlowski dentro da grande área e Jean Pierre de Lima marcou o pênalti. Kayron bateu rasteiro e Marcelo Grohe até acertou o canto, mas viu a bola passar por baixo do seu corpo e parar no fundo das redes. Aos nove, Portaluppi retirou Madson e colocou Jael.

Com a alteração, o Grêmio voltou a pressionar o Cruzeiro. O clube de Cachoeirinha passou a esperar o Tricolor para contra-atacar em velocidade e tentar ampliar o placar. Apesar do grande volume de jogadas criadas, poucas terminaram em finalizações com potencial para empatar o jogo.

Aos 18, Everton invadiu a grande área e, próximo à linha de fundo, caiu quando era marcado por um adversário. O árbitro correu em direção ao lance e marcou tiro de meta, causando reclamações das arquibancadas e de alguns jogadores. Cinco minutos depois, Jael fez um grande lançamento para Jaílson. O volante invadiu a área e, mesmo desequilibrado, encostou na bola, mas ela ficou com Deivity.

Geromel teve a oportunidade de empatar aos 29, só que Deivity, mais uma vez, fez excelente defesa. Após escanteio da direita de ataque, Jaílson desviou no meio da área e a bola sobrou para Geromel, no segundo poste. O zagueiro bateu de primeira e Deivity fez espetacular defesa. A última cartada de Renato, logo em seguida, foi trocar Cícero por Lima.

No restante da partida, o Grêmio pressionou, mas não conseguiu superar a defesa do Cruzeiro. Sem o gol, a quarta derrota do Tricolor no Gauchão foi inevitável.

Gauchão - 5ª rodada

Grêmio 0

Marcelo Grohe; Madson (Jael), Geromel, Kannemann e Cortez; Jailson, Maicon (Alisson) e Luan; Everton, Léo Moura e Cícero (Lima).

Técnico: Renato Portaluppi.

Cruzeiro 1

Deivity; Lucas Carvalho, Fernando Pinto, João Guilherme e Jonathan; Ben-Hur, Dê, Wagner (Foguinho) e Kozlowski (Tawan); Kayron (Renner) e França.

Técnico: Ben-Hur Pereira.

Gols: Kayron (3min/2ºT)

Cartões amarelos: Kayron e Fernando Pinto (C) e Kannemann (G)

Cartões vermelhos: -

Público: 13.668

Renda: R$ 338.466,00

Árbitro: Jean Pierre de Lima.

Auxiliares: Jorge Eduardo Bernardi e Max Augusto Guimarães Vioni

Local: Arena, em Porto Alegre (RS).