Correio do Povo | Notícias | Grêmio teve "frieza de time campeão", elogia Jael

Porto Alegre

19ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, sábado, 17 de Novembro de 2018

  • 29/08/2018
  • 15:21
  • Atualização: 15:33

Grêmio teve "frieza de time campeão", elogia Jael

Centroavante foi titular no lugar de André contra o Estudiantes

Jael destacou frieza do Grêmio durante a partida | Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação / CP

Jael destacou frieza do Grêmio durante a partida | Foto: Lucas Uebel / Grêmio / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

A vitória dramática sobre o Estudiantes que garantiu a classificação do Grêmio para as quartas de final da Libertadores ainda é comemorada pelos jogadores. Titular diante dos argentinos, o centroavante Jael elogiou a frieza que o Tricolor teve para buscar o resultado nos acréscimos da partida. "O Grêmio teve frieza de time campeão. A gente manteve a calma para buscar o gol até o final sem nos desesperarmos", afirmou o centroavante em entrevista ao Sportv.

Sobre a busca da equipe até o final, Jael fez um elogio ao zagueiro Walter Kannemann. Ele afirmou que a entrega que o argentino demonstra acaba servindo como inspiração para o restante do time. "Se não dá na técnica, você tem que ir na vontade. Você vê o zagueiro tentando, correndo, tirando a bola do atacante. É contagiante a entrega do Kannemann. Todos que olham para ele enxergam algo muito positivo", apontou.

Adaptação ao time

Após passar a temporada de 2017 sem marcar nenhum gol com a camisa do Grêmio, Jael acabou com a seca em 2018 e também se firmou como um assistente. Contra o Estudiantes, foi dele o passe para Everton abrir o placar. Jael afirmou que precisou de tempo para entender a forma como o Tricolor joga.

"O Grêmio ficou muito tempo sem jogar com centroavante, desde que saiu o Barcos. Então nós temos que entender e nos adaptar a forma como o Grêmio joga. Nos clubes que joguei e tive bastante êxito, no Criciúma e Joinville, os laterais passavam da intermediaria e cruzavam. Eles sabiam meu estilo e sabiam da necessidade que eu tinha de receber a bola. Aqui no Grêmio, por ter muitos jogadores técnicos, eles não vão cruzar da intermediária. É muito toque, posse de bola e tenho de me adaptar. Tenho de sair e tocar. Não posso pensar somente em mim, mas no time", afirmou.

Classificado para as quartas de final da Libertadores da América, o Grêmio vai enfrentar o Atlético Tucumán. Os jogos serão nos dias em 19 de setembro (Argentina) e 3 de outubro (Arena).