Porto Alegre

19ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, terça-feira, 25 de Abril de 2017

  • 21/04/2017
  • 10:31
  • Atualização: 10:44

Bolzan elogia estratégia e diz que Grêmio merecia vencer Guarani

Presidente afirmou que grupo será reavaliado após término do Gauchão

Bolzan elogia estratégia e diz que Grêmio merecia vencer Guarani  | Foto: Norberto Duarte / AFP / CP

Bolzan elogia estratégia e diz que Grêmio merecia vencer Guarani | Foto: Norberto Duarte / AFP / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

O empate em 1 a 1 com o time "alternativo" não deu ao Grêmio a liderança do grupo 8 da Libertadores, mas concedeu ao Tricolor a chance de usar os titulares a pleno na decisão deste domingo contra o Novo Hamburgo, válida pelo Gauchão. O presidente do clube, Romildo Bolzan, destacou que a estratégia da comissão técnica foi a mais correta para o momento, mas lamentou que ela não tenha sido premiada com a vitória no Defensores Del Chaco.  

"O jogo mais importante da semana era e é o do Novo Hamburgo. Fizemos esse planejamento para poder atuar no jogo do final de semana de uma maneira mais tranquila. A estratégia deu certou porque o time alternativo jogou bem e, se tinha uma equipe que deveria sair vencedora, essa equipe é o Grêmio", disse em entrevista coletiva. 

Bolzan explicou a próxima semana também será de avaliação no que diz respeito ao aproveitamento de titulares em um novo confronto diante do Guarani, que ocorrerá na Arena. "Vamos examinar como iremos fazer para esse jogo. Dependerá também da nossa passagem para a final do Gauchão. É um desejo do clube vencer o Campeonato Gaúcho e achamos importante recuperar essa hegemonia. Agora é claro que vamos fazer de tudo para chegar bem na fase classificatória da Libertadores e bem no Gaúcho", garantiu. 

Reavaliação do grupo 

O presidente gremista afirmou que a comissão técnica e a diretoria irão realizar uma reavaliação do plantel após o término do Gauchão e da fase classificatória da Libertadores. "A gente tem combinado isso para o final do mês. Não creio que uma das posições esteja no meio-campo, mas vamos ver", disse ao citar o garoto Arthur. "Ele (Arthur) é a bola da vez, mas ainda passa por um processo de afirmação", acrescentou Bolzan.