Correio do Povo | Notícias | Inter leva gol no fim e perde para Chapecoense na estreia de Roth

Porto Alegre

23ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, sábado, 22 de Setembro de 2018

  • 15/08/2016
  • 21:58
  • Atualização: 23:30

Inter leva gol no fim e perde para Chapecoense na estreia de Roth

Martinuccio marcou o gol da vitória catarinense aos 45 do segundo tempo

Vitinho levou terceiro amarelo e não enfrenta o São Paulo domingo | Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação / CP

Vitinho levou terceiro amarelo e não enfrenta o São Paulo domingo | Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Cristiano Munari

Na estreia de Celso Roth, o Inter repetiu as fracas atuações dos tempos de Falcão e Argel e foi derrotado pela Chapecoense na Arena Condá, na noite desta segunda-feira, em jogo válido pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Colorado segurou o empate até os 45 minutos, quando Martinuccio marcou o gol que garantiu a vitória do time catarinense. Com isso, o Inter chega a 12 jogos sem vitória no Brasileirão.

Com a derrota, o Inter segue com 22 pontos e está apenas um acima da zona de rebaixamento. A Chapecoense aparece em 10º, com 27 pontos.

O Inter volta a campo no próximo domingo, às 16h, quando enfrenta o São Paulo no Beira-Rio. Para esta partida, Roth não poderá contar com Vitinho e Fernando Bob, suspensos pelo terceiro cartão amarelo. A próxima partida da Chapeceoense é na sexta-feira, às 21h30min, diante do América-MG no Independência.

O jogo

O primeiro tempo da partida entre Chapecoense e Inter foi de poucas emoções na Arena Condá. O time da casa iniciou tentando pressionar, principalmente em cima do lateral-esquerdo Artur. Assim, conseguiu ser melhor nos primeiros 10 minutos de jogo.

Vendo a dificuldade do seu lateral, o técnico Celso Roth fez uma inversão nos homens de lado do meio-campo. Valdívia passou para o lado direito enquanto Sasha foi para a esquerda para ajudar Artur. O Inter acertou a marcação e cresceu na partida.

Aos 14, o Colorado teve a melhor chance da partida no primeiro tempo. Após escanteio batido por Valdívia, Sasha subiu mais alto que a defesa e cabeceou para acertar o travessão de Danilo. Aos 27, mais uma oportunidade de bola parada. Outra vez Eduardo Sasha cabeceou após escanteio, a bola foi em direção a Vitinho, que errou a tentativa de desvio e o goleiro Danilo acabou fazendo a defesa.

A Chapecoense só voltou a levar perigo aos 35 minutos. Após ser derrubado por Eduardo na entrada da área, o meia Hyoran fez a cobrança colocada que obrigou Marcelo Lomba a pular no canto para fazer a defesa e manter o placar zerado. O Inter ainda teve mais uma oportunidade aos 42 em boa enfiada de bola de Valdívia para Sasha, que pegou mal na bola e bateu fraco.

O Inter voltou sem mudanças para o segundo tempo. Na Chapecoense, o ex-gremista Matheus Biteco entrou no lugar do amarelado Gil. E o time da casa iniciou a etapa final melhor. Em duas jogadas pelo alto, a Chapecoense ameaçou. Na primeira, aos 8, Hyoran ganhou da defesa colorada, mas cabeceou longe. Aos 14 foi a vez de Kempes cabecear uma bola que passou perto.

Na tentativa de fazer o Inter crescer ofensivamente, Celso Roth fez duas mudanças logo aos 15 minutos. Alex e Ariel entraram nos lugares de Seijas e Vitinho.

As trocas, porém, não surtiram efeito. E a Chapecoense seguiu melhor na partida. Aos 22, o chute de Matheus Biteco passou perto do gol de Marcelo Lomba. Antes, o goleiro colorado já havia feito a defesa em chute de Hyoran. O Inter seguia sem conseguir atacar.

Aos 29, Roth fez a última mudança na equipe. Valdívia deixou o jogo para a entrada de Gustavo Ferrareis. Caio Jr. também queimou as últimas trocas com Martinuccio e Bruno Rangel nos lugares de Hyoran e Tiaguinho.

O Inter foi chegar pela primeira vez com perigo ao gol da Chapecoense no segundo tempo apenas aso 35 minutos. E foi em bola parada. Alex cobrou falta para a área e Paulão cabeceou para grande defesa de Danilo. A Chapecoense respondeu também em lance por cima. Aos 38, Felipe Machado cabeceou no contrapé de Marcelo Lomba que fez uma grande defesa para salvar o Inter.

O Colorado teve uma grande chance para vencer o jogo aos 44 minutos, quando Alex acertou belo passe para Sasha, que finalizou muito mal e mandou longe. Como diz o ditado, "quem não faz, leva". E no minuto seguinte, a defesa colorada marcou bobeira na indecisão de Paulão e a bola sobrou livre para Martinuccio, que soltou a bomba e mandou sem chances para Lomba para fazer o 1 a 0, placar final da partida.

Brasileirão – 20ª Rodada

Chapecoense - 1

Danilo; Gimenez, Thiego, Felipe Machado e Dener; Josimar, Gil (Matheus Biteco) e Cléber Santana; Tiaguinho (Martinuccio), Hyoran (Bruno Rangel) e Kempes. Técnico: Caio Júnior.

Inter - 0

Marcelo Lomba; Eduardo, Paulão, Ernando e Artur; Fernando Bob, Fabinho, Sasha, Seijas (Alex) e Valdívia (Gustavo Ferrareis); Vitinho (Ariel). Técnico: Celso Roth.

Gols: Martinuccio (45min/2ºT)

Cartões amarelos: Gil (CHA); Vitinho, Fernando Bob (INT)

Local: Arena Condá, em Chapecó (SC).

Árbitro: João Batista de Arruda (RJ), auxiliado por Michael Correia (RJ) e Joao Luiz Coelho de Albuquerque (RJ).