Porto Alegre

14ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, segunda-feira, 26 de Junho de 2017

  • 20/03/2017
  • 18:36
  • Atualização: 18:47

D'Ale evita assunto julgamento e diz: “Inter é grande para reconhecer erros”

Argentino ressaltou que time se prepara para jogar a Série B

D´Alessandro evitou projetar chance de jogar Série A | Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação / CP

D´Alessandro evitou projetar chance de jogar Série A | Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo e Rádio Guaíba

A semana começou com uma notícia que deu esperança aos colorados de poder jogar a Série A do Campeonato Brasileiro ainda em 2017. No final da manhã, o Inter anunciou que foi notificado pelo Tribunal Arbitral do Esporte (TAS) sobre a marcação do julgamento do caso Victor Ramos para o dia 4 de abril - antes do início do Brasileirão. Nesta tarde, o capitão colorado D'Alessandro foi questionado sobre o tema em entrevista coletiva no CT Parque Gigante. D'Ale evitou entrar no assunto jurídico, mas disse, mesmo com a ação, o clube reconhece os erros cometidos no ano passado.

• Advogado do Inter cita quatro possibilidades para julgamento no TAS

• Advogado do Vitória critica Inter e diz que clube faz “gincana jurídica”

“A gente está fora disso. Tem um departamento jurídico que está trabalhado nisso faz tempo. A gente fica fora disso, não tem que se meter. É só pensar em trabalhar. O que o Inter for jogar estará preparado. A nossa realidade hoje é a Série B. Temos que trabalhar nos preparando para isso. Temos um departamento jurídico trabalhando para isso, não sabemos o que vai acontecer”, disse D'Alessandro, que evitou projetar uma hipotética participação na Série A.

“É impossível pensar no que pode acontecer. Se eu soubesse os números da Mega-Sena de amanhã, jogaria hoje. Temos que estar preparados para o que vem lá na frente. O que tem agora é Série B para nós. O nosso time tem que reconhecer os seus erros. O Inter é muito grande para reconhecer os erros. Estamos reconhecendo e fazendo a nossa parte. A partir daí, se acontecer algo diferente, vai ser bom para o clube”, afirmou.


TAGS » Futebol, Inter, Esporte