Porto Alegre

33ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, sábado, 16 de Dezembro de 2017

  • 19/05/2017
  • 18:09
  • Atualização: 19:20

Pottker revela angústia por estreia e diz não ter preferência de posicionamento

Atacante fará sua primeira partida com a camisa do Inter neste sábado contra o ABC

William Pottker vai estrear contra o ABC neste sábado | Foto: Inter / Divulgação / CP

William Pottker vai estrear contra o ABC neste sábado | Foto: Inter / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

Principal contratação da temporada, William Pottker fará sua estreia com a camisa do Inter neste sábado diante do ABC, pela Série B. O atacante, que tem escalação confirmada para a partida, revelou a angústia que sentiu por não poder atuar diante do Palmeiras pela Copa do Brasil e disse não ter preferência por jogar pelo lado ou como centroavante.

“Fiquei angustiado vendo os meus companheiros sem poder ajudar. É ruim ficar fora. Foi angustiante ver o jogo do Palmeiras, mas faz parte, é o regulamento. Agora tenho a oportunidade de mostrar para o que eu vim. Vim para mostrar o meu trabalho, para ter uma evolução na carreira com uma equipe dessa estrutura. Espero fazer uma boa estreia e passar uma boa impressão para a torcida, que está precisando dessa nossa resposta jogando bem. Precisamos, além da vitória, também jogar bem”, projetou Pottker.

A estreia de Pottker como titular é certa para este sábado. A dúvida é sobre o posicionamento: o técnico Antônio Carlos Zago escondeu a equipe que mandará a campo. A tendência é de que o esquema 4-4-2 seja mantido. Com isso, Nico Lopéz e Marcelo Cirino brigam por uma vaga no ataque.

Com o uruguaio, a tendência é de que Pottker atue pelo lado. Se o escolhido for Cirino, o estreante deve atuar mais centralizado. Pottker disse não ter preferência por posicionamento. “Minha base inteira foi jogando aberto, então é normal eu estar mais adaptado a joga rali, mas também não vejo problema algum em atuar centralizado. Deixo para ele (Zago) escolher o que acha melhor e eu vou procurar ajudar os meus companheiros”, analisou o jogador, que disse que se sente bem atuando tanto ao lado de um atacante de velocidade quanto de um mais fixo.

“Ano passado vivi situações assim. Joguei aberto com o Roger, que é mais parado, e com o Rhayner Clayson, que são de movimentação. Vai depender da proposta de jogo do Zago e a gente tem de executar da melhor forma o que ele pedir. Dependendo da situação, ele vai procurar por atletas mais rápidos, assim como também por atletas que segurem mais a bola na frente”, projetou.

Sobre a estreia, William Pottker disse que, mais que marcar gol, quer começar sua trajetória no Inter com vitória. “Pretendo estrear bem e com vitória. Vimos o Cirino estreando com um 3 a 0. Independente de fazer gol, a vitória é boa porque te da confiança. Primeiramente quero a vitória, mas, se fizer gol, pretendo comemorar muito. Espero também fazer gols porque é para isso que vim para cá”, finalizou.

Edenilson treina, mas ainda é dúvida

O volante Edenilson participou normalmente do treinamento desta sexta-feira, mas não tem escalação garantida para enfrentar o ABC. Ele ainda será reavaliado pelo departamento médico para avaliar se está recuperado totalmente da lesão no tornozelo.

O treino desta sexta-feira não teve formação de time. Por isso segue a dúvida sobre quem será o companheiro de William Pottker no ataque. Há também a possibilidade do técnico Antônio Carlos Zago manter Cirino e Nico López e armar a equipe no 4-3-3.