Porto Alegre

18ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, terça-feira, 22 de Agosto de 2017

  • 15/07/2017
  • 18:30
  • Atualização: 18:35

Inter joga mal e perde para o CRB no Rei Pelé

Colorado teve uma de suas piores atuações na Série B e foi batido por 2 a 0

Inter jogou mal e foi derrotado pelo CRB | Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação / CP

Inter jogou mal e foi derrotado pelo CRB | Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Cristiano Munari

O Inter não repetiu as boas atuações como visitante na Série Be foi derrotado pelo CRB na tarde deste sábado no Rei Pelé. Com pouca criação no setor ofensivo e falhas na defesa, o Colorado foi batido por 2 a 0 em jogo válido pela 14ª rodada. Os gols do time da casa foram marcados por Diego Corrêa e Flávio Boaventura.

Com a derrota, o Inter perde a chance de entrar no G4 da Série B e fica na sexta posição, com 21 pontos. O CRB se aproveitou da derrota do Vila Nova e subiu para o quarto lugar, com 23 pontos, deixando também o Colorado para trás.

O time de Guto Ferreira volta a campo na próxima terça-feira, às 21h30min, quando tentará voltar a vencer no Beira-Rio diante do Luverdense. No mesmo dia, o CRB encara o líder Juventude no Alfredo Jaconi.

O jogo

O Inter foi a Maceió para enfrentar o CRB na tarde deste sábado embalado pela melhor campanha como visitante na Série B. Mas o Colorado não teve no Rei Pelé o espaço de outros jogos fora de casa. Com um adversário que se expôs pouco, o time de Guto Ferreira não encontrou espaços para criar ao longo de todo o primeiro tempo.

O jogo começou com as duas equipes se estudando. Diferente do que ocorreu em outras partidas, o Inter não tentou propor o jogo. Contando com o recuo de Pottker para defender com duas linhas de quatro e liberar D'Alessandro da marcação, o Colorado adotou a postura de esperar o adversário.

A estratégia de marcar no seu campo e atacar no erro do CRB quase teu certo aos 11 minutos. Após chute cruzado de Edenilson, a zaga do CRB afastou mal e a bola caiu nos pés de Felipe Gutiérrez. O chileno, porém, pegou mal na bola e mandou para fora um chute da entrada da pequena área no que foi a melhor chance colorada nos primeiros 45 minutos. O CRB respondeu aos 18 em cabeçada de Danilo Pires, que ganhou de Uendel por cima após cruzamento de Diego Corrêa e mandou perto do gol de Danilo Fernandes.

A partida seguiu sem muitas emoções na segunda metade do primeiro tempo. O Inter conseguiu apenas mais duas finalizações. Nenhuma causou grande perigo ao goleiro Edson. Danilo Fernandes também não foi ameaçado até o minuto final do primeiro tempo.

Se o empate que já não era o resultado que o Inter queria, a situação ficou pior no final do primeiro tempo. Aos 45, Diego Corrêa tabelou com Zé Carlos e contou com um erro de todo o lado direito defensivo do Inter para aparecer sozinho na frente de Danilo Fernandes e bater para o fundo das redes, 1 a 0, placar final da etapa inicial.

Os dois times voltaram sem mudanças nas escalações para o segundo tempo. Atrás no marcador, o Inter retornou com uma postura mais ofensiva. O time, no entanto, seguia com dificuldade, para criar oportunidades.

A melhor chance do Inter no começo do segundo tempo foi aos 8 minutos, quando Nico fez boa jogada e cruzou procurando Gutiérrez, mas Adalberto conseguiu afastar de cabeça. Na sequência, Uendel até chutou no gol, mas pegou mal na bola e Edson defendeu sem problemas.

Aos 14, a torcida do Inter levou um susto. O contra-ataque do CRB encontrou a defesa desarrumada e Edson Ratinho recebeu a bola às costas de Uendel. Livre, o ex-jogador colorado finalizou colocado na saída de Danilo e acertou a trave.

Logo depois do gol perdido por Edson Ratinho, Guto Ferreira fez a primeira mudança na equipe. O atacante Carlos entrou no lugar do lateral Cláudio Winck. Com isso, Edenilson foi para a lateral.

A mudança não fez bem ao Inter. O Colorado, que antes não atacava, mas pelo menos tinha a posse de bola passou a ter dificuldade até mesmo para pressionar o CRB. Mais com a bola, o time alagoano começou a dar trabalho para a defesa colorada. Klaus e Cuesta tiveram de fazer faltas duras para impedir ataques na equipe da casa.

Aos 25, Guto Ferreira fez a segunda mudança na equipe. O uruguaio Nico López, que não repetiu a boa atuação da vitória sobre o Ceará, saiu para entrada de Marcelo Cirino. Mas foi o CRB quem quase marcou na sequência. Edson Ratinho avançou pela direita, deu o corte em Klaus e bateu cruzado pela linha de fundo.

Guto Ferreira ainda fez uma troca pouco comum. Sacou o argentino D'Alessandro para a entrada de Juan aos 36 minutos. Mas as tentativas do treinador colorado não deram resultado. Aos 42, o Inter ainda reclamou de pênalti na área do CRB após chute de Edenilson que estourou no braço de Adalberto. Heber Roberto Lopes mandou seguir.

O CRB chegou ao segundo gol aos 44 minutos. Após cobrança de escanteio, Flávio Boaventura apareceu livre e cabeceou sem chances para Danilo Fernandes, 2 a 0, placar final da partida.

Brasileirão Série B 2017 - 14ª Rodada

CRB - 2

Edson Kölln; Adriano, Flávio Boaventura, Adalberto e Diego Corrêa; Yuri, Edson Ratinho, Danilo Pires e Chico; Zé Carlos (Neto Baiano) e Erick Salles (Rodrigo Souza). Técnico: Dado Cavalcanti.

Inter - 0

Danilo Fernandes; Cláudio Winck (Carlos), Klaus, Víctor Cuesta e Uendel; Charles, Edenílson, Felipe Gutiérrez e D'Alessandro (Juan); Nico López (Marcelo Cirino) e William Pottker. Técnico: Guto Ferreira.

Gols: Diego Corrêa (45min/1ºT), Flávio Boaventura (44min/2ºT)

Cartões amarelos: Zé Carlos (CRB); Klaus, Cuesta (INT)

Arbitragem: Heber Roberto Lopes, auxiliado Carlos Berkenbrock e Johnny Barros de Oliveira

Local: Estádio Rei Pelé, em Maceió (AL).