Porto Alegre

19ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, sábado, 23 de Setembro de 2017

  • 15/04/2017
  • 20:59
  • Atualização: 21:09

Inter vence Caxias e larga em vantagem na semifinal

Rodrigo Dourado marcou o único gol da partida

Rodrigo Dourado marcou o gol da partida | Foto: Guilherme Testa

Rodrigo Dourado marcou o gol da partida | Foto: Guilherme Testa

  • Comentários
  • Bernardo Bercht

O Inter ensaiou uma vitória tranquila, mas sofreu para ganhar por 1 a 0 e garantir vantagem mínima, neste sábado, contra o Caxias, no Beira-Rio. A equipe de Antônio Carlos Zago poderá jogar pelo empate na Serra gaúcha, no próximo dia 23, para avançar à final do Gauchão.

O Colorado teve o domínio e a iniciativa do jogo na primeira etapa. Desperdiçou algumas chances, levou um pequeno susto, mas confirmou no placar a superioridade antes do intervalo.

Logo aos cinco minutos, veio a primeira chance com o aniversariante D'Alessandro. Carlinhos cobrou lateral direto na área e Roberson ganhou no corpo. O atacante fez o passe para D'Alessandro, que chutou forte da meia-lua, mas carimbou a zaga.

Pressão até abrir o placar

Aos 12, Rodrigo Dourado teve mais uma oportunidade de fora da área. D'Ale, com muita movimentação, recuou bola da linha de fundo para a meia-lua. Rodrigo Dourado chegou chutando e a bola passou raspando o poste direito. Mas o gol do Inter estava encaminhado, tamanha a pressão. Veio aos 18 minutos. D'Alessandro cruzou na área, Ortiz desviou esquisito na direita e Marcelo Pitol tirou de soco. Só que o goleiro mandou para o meio da área e Dourado apareceu para fulminar ao fundo das redes o 1 a 0.

O Colorado tentou manter a pressão e só não ampliou por ineficiência ofensiva. Aos 23, William cruzou na área, os dois zagueiros furaram e sobrou para Roberson. O atacante tinha a chance a dois passos da pequena área, mas pegou embaixo da bola e mandou por cima.

O Caxias só foi assustar aos 39 minutos. Marcio Goiano cobrou lateral direto na área, a zaga parou e Gilmar teve a chance na cara do gol. Tentou de voleio, mas furou. A bola ainda sobrou para Júlio Cesar, mas ele carimbou Cuesta. O Inter ligou o contragolpe, Nico Lopez foi lançado na esquerda por D'Ale. Ele invadiu a área e chutou cruzado, mas Pitol defendeu em dois tempos.

Antes do intervalo, o time da Serra ainda reclamou de pênalti, com Roberson tirando com o braço bola na área em que o árbitro anotou escanteio. Os colorados, por sua vez, perderam a oportunidade do 2 a 0. Nico López entortou Jean no lado esquerdo e cruzou para Brenner. O centroavante subiu livre na cara do gol, mas cabeceou para fora.

Caxias vem para cima e assusta

A volta do intervalo, contudo, mostrou o Caxias mais perigoso, complicando a vida dos donos da casa. Logo aos 4 minutos, Elyezer lançou Gilmar na cara do gol. Ele teve tempo de pensar, esperar a saída de Lomba e chutar. Mas mandou à direita da trave a melhor chance de toda a partida.

O Inter respondeu com Roberson, em jogada de Nico López. O uruguaio fez lançamento perfeito na área, o atacante recebeu livre na área e tentou o chute cruzado, mas mandou para fora. Aos 20 minutos, foi a vez de Pitol brilhar. D'Alessandro cruzou na área, Roberson cabeceou firme e o goleiro tirou no canto. Sobrou para Brenner, que testou rente ao travessão, mas o goleiro se recuperou para tirar em escanteio.

Colorado se segura com um a menos

No contra-ataque do lance, entretanto, tudo se complicou para o Inter. William errou o domínio e fez falta na frente da área para evitar o gol. Levou o segundo amarelo e foi expulso. Com um homem a menos, Zago tirou D'Ale para colocar Alemão e Uendel para a entrada de Anselmo.

Mesmo com a defesa recomposta, o susto veio aos 31 minutos. Elyezer levantou para Gilmar, que cabeceou para o fundo das redes. Era o gol, mas foi anotado impedimento no lance, mantendo a vitória colorada.

Apesar da superioridade numérica, o Caxias acusou o cansaço e o Inter conseguiu controlar o resultado. Nos minutos finais, a equipe da Serra rondou a área do Inter, mas sem conseguir criar uma chance efetiva. Vitória por 1 a 0 do Colorado e vantagem mínima para o confronto decisivo no Centenário.


TAGS » Inter, Gauchão