Correio do Povo | Notícias | Melo nega existência de proposta por Dourado

Porto Alegre

23ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quinta-feira, 18 de Outubro de 2018

  • 01/01/2018
  • 10:35
  • Atualização: 10:37

Melo nega existência de proposta por Dourado

Dirigente afirmou, porém, que Inter precisa vender um jogador em 2018

Volante, Rodrigo Dourado | Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação / CP memória

Volante, Rodrigo Dourado | Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação / CP memória

  • Comentários
  • Correio do Povo

O vice-presidente de futebol do Inter, Roberto Melo, negou a existência de uma proposta pelo volante Rodrigo Dourado. Necessitado por dinheiro, o Colorado pode negociar alguma atleta no começo de 2018, mas o dirigente garantiu que não há oferta para tirar o jovem atleta do Beira-Rio.

"Dourado seria um dos principais nomes pra deixar o clube, mas ele é um jogador extremamente importante pra gente, até hoje não apareceu nenhuma proposta oficial, principalmente de fora, da Europa, então não tem proposta por nenhum jogador, não tem primeira, segunda opção. Evidente que o Dourado é um atleta que chama atenção, na posição de primeiro volante ele é um dos principais jogadores do Brasil, é um jovem ainda, então acho que tem mercado lá fora, mas a gente não tem proposta nem por ele nem por nenhum outro jogador nesse momento", explicou.

Melo ressaltou que o Inter não perdeu receita com o rebaixamento, mas foi prejudicado pela desvalorização do plantel. "Por isso não vendemos nenhum jogador no ano passado, uma receita que a gente tem há muitos anos, da venda de atletas, pra equilibrar o orçamento, isso aconteceu com o William apenas no início do ano, um jogador que só tinha mais um ano de contrato, quase corremos o risco de não vender porque a proposta foi muito baixa, a gente teve que bancar uma situação bem complicada, e ainda conseguimos vender por um bom valor, mas não tivemos propostas por outros atletas, por causa disso, do rebaixamento, que desvalorizou, como sempre, o grupo que passa por isso. Então temos sim essa necessidade, no ano que vem, de vender jogadores, então vamos trabalhar para isso, para ter uma equipe forte, competitiva, que dispute outros campeonatos", finalizou.