Porto Alegre

27ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, domingo, 22 de Abril de 2018

  • 03/01/2018
  • 12:26
  • Atualização: 12:48

Roger afirma que transferência para Inter é o “ápice da carreira”

Centroavante falou sobre disputa com Damião e sobre os amigos que têm no grupo

  Roger ficará no Inter até dezembro de 2019 | Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação / CP

Roger ficará no Inter até dezembro de 2019 | Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo e Rádio Guaíba

O centroavante Roger foi o primeiro reforço do Inter para 2018 a ser apresentado oficialmente no estádio Beira-Rio. Após os trabalhos físicos de início de temporada, que teve corridas leves e exercícios na sala de musculação, o atacante falou sobre a transferência, a disputa com Leandro Damião pela vaga no comando do ataque e sobre os amigos que tem no clube.

“Estou muito feliz com tudo que tenho vivido. Espero que seja um ano abençoado para todos nós. (…) É o ápice da minha carreira, sem dúvida. Há dois anos eu pensei em parar, pois as coisas não estavam se encaixando. Saí da Chapecoense e fui para o Bahia. As coisas não deram certo. Fui para o Red Bull e a minha carreira voltou a decolar. Os gols voltaram a sair. A experiência tem feito toda a diferença. Estou muito feliz, pois não tenho dúvida que fiz a melhor escolha. Um clube como o Inter tem que conquistar títulos e tem que ir para a libertadores. Dar alegrias para o torcedor é o que eu quero fazer aqui”, revelou o atleta.

Disputa com Damião 

Na apresentação oficial do representante da direção, o vice de futebol Roberto Melo deu as boas-vindas ao novo contratado, lembrou o carinho que todos têm pelo atleta e sobre o Inter ser “um dos poucos clubes” que tem dois centroavantes com características como Damião e Roger. O reforço fez questão de lembrar que chega para somar e que fará uma disputa limpa com o homem de referência da Série B.

“Chego muito tranquilo para disputar uma posição, mas sabendo que o Leandro é o titular e tem uma história linda no clube. Faz muitos gols, é um artilheiro e tem o carinho de todo mundo. Eu vim para ajudar. Para trazer mais experiência para o grupo. Claro, tem 34 jogadores e todos querem ser titulares, mas tem que respeitar quem trouxe o Inter para a Série A. Vou respeitar a posição de todos, mas temos que disputar as vagas para fazer uma equipe muito forte”, afirmou o centroavante.

Amigos no Inter 

Roger ainda comentou como será reencontrar o amigo Camilo, ex-companheiro de Botafogo. “O Camilo é um amigo de longa data. Antes de ser anunciado, vínhamos falando. É um querido. Compartilhamos de várias ideias e gostamos de muitas coisas iguais. Defendemos uma filosofia de vida de amar, de perdoar e de ter carinho com todo mundo. Espero que mais uma vez dê certo. Fui artilheiro da Chape atuando com ele. No Botafogo, foi uma opção dele sair. Agora vamos repetir aqui”, comentou o centroavante.

Além de Camilo, Roger atuou com o também atacante William Pottker no Campeonato Brasileiro 2016. No certame, Pottker foi um dos artilheiros com 14 gols, ao lado de Diego Souza, do Sport, e Fred, do Atlético-MG. O primeiro jogo da temporada do Colorado será um treino contra o Lajeandense, no dia 14, antes de iniciar a disputa do Gauchão.

• Confira uma entrevista exclusiva feito pela Inter TV