Correio do Povo | Notícias | Conselho Deliberativo do Inter julgará quatro ex-dirigentes no dia 24

Porto Alegre

22ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quarta-feira, 19 de Dezembro de 2018

  • 11/10/2018
  • 21:04

Conselho Deliberativo do Inter julgará quatro ex-dirigentes no dia 24

Ex-presidente Vitorio Piffero é um dos réus que responderá por gestão temerária

Ex-presidente Vitorio Piffero é um dos réus que responderá por gestão temerária | Foto: André Ávila / CP Memória

Ex-presidente Vitorio Piffero é um dos réus que responderá por gestão temerária | Foto: André Ávila / CP Memória

  • Comentários
  • Fabrício Falkowski

Está marcada para a noite de 24 de outubro, uma quarta-feira, a reunião do Conselho Deliberativo (CD) do Inter que julgará quatro ex-dirigentes do clube por gestão temerária ou irregular. A reunião é a continuação do processo que analisa a gestão de Vitorio Piffero, que está entre os que serão julgados.

Os demais são Pedro Affatato (ex-vice de finanças), Emídio Marques Ferreira (ex-vice de patrimônio) e Alexandre Limeira (ex-vice de administração). Se forem condenados pelo CD, eles ficam inelegíveis por dez anos para qualquer cargo ligado a entidades esportivas.

Nesta quinta-feira, além de marcar a reunião, a secretaria do Conselho Deliberativo enviou para todos os conselheiros o material da reunião. Além do relatório da comissão de sindicância, revelado pelo Correio do Povo há duas semanas, os conselheiros também receberam os recursos dos quatro dirigentes (que estão à disposição abaixo).

O julgamento será feito individualmente para cada ex-dirigente e a votação será nominal utilizando uma cédula de papel. Ou seja, cada conselheiro deixará registrado como votou em cada um dos casos.

As defesas

Em cada etapa da investigação da comissão de sindicância, os dirigentes foram ouvidos e tiveram oportunidade de fazer defesa por escrito e oralmente. Durante a reunião do dia 24 de novembro, eles poderão mais uma vez apresentar argumentos de forma oral pessoalmente ou por meio de advogados constituídos.

Em seu recurso, Piffero pede que lhe sejam garantidos pelo menos 60 minutos para a sua defesa oral, além da apresentação de dez testemunhas. Como a reunião não pode ter mais que quatro horas, tais pedidos do ex-presidente estão sendo encarados como estratégia para retardar o julgamento.

Manifestações

Vitorio Piffero

Pedro Affatato

Emídio Ferreira

Alexandre Limeira


TAGS » Futebol, Inter