Correio do Povo | Notícias | Tive briguinhas com a torcida, mas nunca neguei meu amor, diz Sobis

Porto Alegre

21ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, sábado, 19 de Janeiro de 2019

  • 08/01/2019
  • 15:15
  • Atualização: 18:49

Tive briguinhas com a torcida, mas nunca neguei meu amor, diz Sobis

Atacante lembrou das fortes vaias que sofreu quando atuava pelo Tigres

Sobis fez elogios ao técnico Odair Hellmann e ao grupo | Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação / CP

Sobis fez elogios ao técnico Odair Hellmann e ao grupo | Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

Na apresentação desta terça-feira, o atacante Rafael Sobis fez questão de encerrar um assunto que o deixou triste e mexeu com a sua vida há três anos. Ele lembrou das fortes vaias que sofreu por parte da torcida do Inter na semifinal da Libertadores atuando pelo Tigres no Beira-Rio.

“No meio do caminho, tivemos umas briguinhas. Tipo casal, mas nunca neguei meu amor. Sei que eles gostavam de mim. Talvez, por eu usar outra camisa. Normal, pois defendi outras cores e cada um defendia a sua”, resumiu Sobis.

Apesar de demonstrar certo incômodo, o atacante tocou no tema para encerrar qualquer tipo de ressentimento que tenha ficado no episódio. Depois de dar o passe para o gol no segundo tempo de partida e ter motivando os mexicanos segurando o lateral Geferson pelo pescoço, em um lance na lateral, Sobis deixou o gramado aos 41 minutos do segundo tempo e foi fortemente vaiado. Posteriormente, Sobis revelou que até o seu filho sofreu ameaças no estádio do Colorado. Porém, o momento é outro e o atleta de 33 anos quer seguir a vida.

“Estou muito feliz de retornar. O novo Beira-Rio é o estádio mais bonito do país e o melhor gramado. Não só para mim, mas para todos que conviviam comigo pensavam igual. É uma oportunidade única para desfrutar de tudo isso e estar ao lado da torcida que sempre amei e respeitei. A partir de agora é um novo capítulo e venho para vencer. Vou ser cobrado e vou me preparar para isso”, declarou. 

Elogios para Hellmann

Além de considerar o grupo do Inter forte para conquistar títulos na temporada, Rafael Sobis elogiou bastante o trabalho e a postura do novo comandante, Odair Hellmann. “Fiz o primeiro treino com bola e achei espetacular. Fazia tempo que não vivia algo assim. Um cara atencioso e amigo, pois ser treinador não é fácil. Além do trabalho, é preciso gerenciar o grupo. São 30 pessoas, cada um pensando da sua maneira e com seus problemas. Deu para perceber que ele sabe diferenciar bem. Hoje é uma realidade no nosso futebol. Espero que seja campeão, pois precisamos de mais destes: com fome (de vitórias), amigo e que faz de tudo para vencer”, ressaltou.

Sobis centroavante?

Como fez questão de frisar durante toda a coletiva, Sobis quer ajudar os companheiros a buscar títulos e crê que é possível. Por isso, não escolhe posição no ataque e deixa a escolha para o técnico.

“Tive momentos muito bons nessa posição (como centroavante). Ainda é cedo. Estou ainda pegando o ritmo de treino, conhecendo os companheiros e o trabalho do professor Odair. Vamos passo a passo”, afirmou.

A tarde será de folga para o grupo de jogadores. A reapresentação está marcada para quarta-feira, às 9h30min. O dia terá também uma atividade às 16h. A estreia oficial do Inter na temporada ocorre no Campeonato Gaúcho e está marcada para o dia 20 de janeiro, às 19h, contra o São Luiz, no estádio 19 de Outubro, em Ijuí.


TAGS » Futebol, Inter, Esporte