Correio do Povo | Notícias | Lindoso destaca melhor rendimento “mais perto do gol”, mas deixa decisão para Odair

Porto Alegre

22ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, sábado, 19 de Janeiro de 2019

  • 09/01/2019
  • 13:48
  • Atualização: 13:57

Lindoso destaca melhor rendimento “mais perto do gol”, mas deixa decisão para Odair

Artilheiro do Botafogo no Brasileirão 2018 treinou como primeiro volante nesta quarta-feira

Odair Hellmann optou por usar Rodrigo Lindoso como primeiro volante | Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação / CP

Odair Hellmann optou por usar Rodrigo Lindoso como primeiro volante | Foto: Ricardo Duarte / Inter / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

O volante Rodrigo Lindoso foi apresentado à torcida do Inter nesta quarta-feira e deixou claro a preferência por atuar como segundo volante, função em que se destacou no Botafogo em 2018, chegando a ser artilheiro do clube no último Brasileiro. Entretanto, revelou conversa com Odair Hellmann e se colocou à disposição para ajudar onde for preciso.

“Vinha atuando de segundo volante, mas hoje, (com o) futebol moderno, acabei começando como primeiro. Não cabe ao atleta atuar em uma só posição. Chego para ajudar e somar. Fiz vários jogos como primeiro e tive um bate-papo com o Odair. Estou à disposição sempre para ajudar a equipe”, revelou.

Ao ser questionado sobre como a característica de chegar mais à frente, que rendeu destaque no ano passado ao marcar oito gols, o meia revelou que a mudança na sua carreira ocorreu devido a chegada do técnico Zé Ricardo. Foi o treinador que o passou da primeira para a segunda função do meio de campo. Na primeira atividade no Inter, voltou a atuar como o primeiro jogador do setor.

“Fiquei um pouco distante dos gols por atuar de primeiro volante. Você acaba defendendo a zaga, cobrindo os laterais e fazendo a saída de bola. Para chegar ao gol, tem que ser nas cobranças de faltas e pênaltis. Marquei gols quando fui colocado mais na frente. Tenho um pouco de intimidade com a área. Acabei como artilheiro da minha equipe no Brasileiro e espero dar um passo mais a frente no Inter e, quando tiver oportunidade, marcar os gols aqui também”, declarou.

Lindoso revelou que a opção por aceitar a transferência para o Inter se deu pelo projeto apresentado, pelas competições que o Colorado irá disputar em 2019, pela estrutura e pela fanática torcida. Além do desafio de evoluir ainda mais o seu futebol.

“A evolução vai ter que ser em dobro pelo fato de ser um clube novo. O passe é uma das minhas melhores características. O Odair lembrou que serão quase 80 jogos e vamos ter que rodar o grupo. São quatro competições e esperamos conquistar os títulos. Espero estar preparado para quando ele precisar de mim”, ressaltou.

Entre os conhecidos de Lindoso no grupo está o ex-companheiro de Botafogo, Camilo. Os dois atuaram juntos nas temporadas 2016 e 2017. Após o treino da manhã, o grupo se reapresenta às 16h para o segundo turno de atividade.