Porto Alegre

18ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quinta-feira, 23 de Novembro de 2017

  • 13/09/2017
  • 18:37
  • Atualização: 18:39

Taison marca e Shakhtar vence o Napoli na Liga dos Campeões

Time ucraniano lidera grupo ao lado do Manchester City

Taison marcou primeiro gol na vitória do Shakhtar  | Foto: Sergei Supinsky / AFP / CP

Taison marcou primeiro gol na vitória do Shakhtar | Foto: Sergei Supinsky / AFP / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo e AE

O Shakhtar Donetsk estreou na Liga dos Campeões com uma vitória surpreendente sobre o Napoli nesta quarta-feira. O atacante Taison, ex-Inter, foi o responsável por abrir o placar na partida disputada no Metalist Stadion, em Kharkiv, na Ucrânia. O argentino Facundo Ferreyra anotou o segundo do Shakhtar enquanto o Arkadiusz Milik anotou o tento italiano.

No outro jogo da chave, o Manchester City goleou o Feyenoord na Holanda por 4 a 1. Com três pontos cada, Manchester City e Shakhtar Donetsk lideram o grupo e farão um confronto direto na segunda rodada, no próximo dia 26, no Ettihad Stadium, em Manchester, na Inglaterra. No mesmo dia, Napoli e Feyenoord buscarão a reabilitação e os primeiros pontos no duelo que será realizado no estádio San Paolo, em Nápoles, na Itália.

Em um jogo mais emocionante, o Shakhtar Donetsk jogou como o planejado para vencer o Napoli na estreia. Usou a rapidez de seu setor ofensivo - que tem os brasileiros Marlos (ex-São Paulo), Taison e Bernard (ex-Atlético Mineiro - para pressionar e conseguiu abrir o placar aos 15 minutos com o ex-jogador colorado. Ele recebeu na entrada da área, tirou um rival da jogada e bateu rasteiro no canto esquerdo do goleiro espanhol Pep Reina.

Em desvantagem, o Napoli passou a ter mais a posse de bola e começou a criar algumas chances. O goleiro Andriy Pyatov se destacou com duas boas defesas e evitou o empate no primeiro tempo. Depois do intervalo, o Shakhtar Donetsk mostrou inteligência ao jogar no contra-ataque e fez o segundo gol desta maneira, aos 13 minutos, com o centroavante argentino Facundo Ferreyra.

O revés por 2 a 0 fez com que o técnico italiano Maurizio Sarri resolvesse colocar o belga Dries Mertens em campo e ele fez de tudo para recuperar o prejuízo do Napoli. Tentou dribles, chutes de fora da área e conseguiu um pênalti, aos 27 minutos, que o centroavante polonês Milik converteu com perfeição. Mas os napolitanos não tiveram mais forças para obter o empate na Ucrânia.