Correio do Povo | Notícias | Plástico auxilia a produção de alimentos

Porto Alegre

24ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quarta-feira, 21 de Novembro de 2018

  • 27/08/2018
  • 21:38
  • Atualização: 21:44

Plástico auxilia a produção de alimentos

Uso adequado melhora o desempenho da agricultura reduzindo consumo de água e agroquímicos

Ana Paiva sustentou que produtos estão alinhados com o futuro e podem ajudar o campo a aumentar produtividade | Foto:  Mauro Schaefer

Ana Paiva sustentou que produtos estão alinhados com o futuro e podem ajudar o campo a aumentar produtividade | Foto: Mauro Schaefer

  • Comentários
  • Henrique Massaro

Em 2050, a população mundial deve chegar perto de 10 bilhões de pessoas, estimativa que traz consigo uma pergunta: como conseguir alimentar tanta gente? A resposta, por sua vez, conta com a contribuição do plástico. Em seminário realizado nesta segunda-feira na Expointer, a Braskem exibiu tecnologias que, além de reduzir os impactos no meio ambiente, são capazes de aumentar a produtividade no campo.

“A Braskem acredita muito que a plasticultura é uma das soluções”, afirmou a responsável pela plataforma agrícola de desenvolvimento de mercado, Ana Paiva. De acordo com ela, saber utilizar o plástico no cultivo pode permitir a redução de perdas e do consumo de agroquímicos e de água. Este último exemplo, ainda segundo Ana, é de importância ainda maior em uma época em que as mudanças climáticas devem levar a uma restrição no abastecimento para a agricultura.

“Tudo isso está muito alinhado com o futuro. Ou seja, o uso do plástico no agronegócio pode, sim, ajudar de forma significativa a produzir alimento para essas dez bilhões de pessoas”, comentou Ana. Conforme ela, a Braskem trabalha hoje com a plataforma Wecycle, que tem por objetivo promover o fechamento do ciclo da reciclagem. Através desse selo, consumidores conseguem identificar produtos que utilizam o plástico de forma sustentável.

A representante da Braskem citou como exemplo de uso tecnológico do plástico o silo bolsa para armazenagem de grãos. Na visão dela, a inovação é responsável por empoderar o produtor, porque, tendo onde guardar sua colheita, ele não é obrigado a vendê-la em momento de preços desfavoráveis.

Além de Ana, participaram do evento promovido pela Braskem os representantes da Ginegar, Leandro Carvalho, e da NaanDanJain, Lucas Henrique Lara. As apresentações foram feitas para técnicos da Emater, que tem contato direto com 220 mil famílias de produtores e, portanto, grande poder de disseminação de conhecimento das tecnologias no campo.

O diretor de Relações Institucionais da Braskem, João Ruy Dornelles Freire, disse que a proposta do evento de ontem foi levar informação sobre as possibilidades de melhoria na produtividade. “Foram apresentadas tecnologias baratas, que podem aumentar a renda do trabalhador, principalmente do agricultor familiar”, afirmou.