Porto Alegre

17ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, segunda-feira, 23 de Outubro de 2017

Arte & Agenda > Capa

ANO 115 Nº 201 - PORTO ALEGRE, SEGUNDA-FEIRA, 19 DE ABRIL DE 2010

Novos ares para a poesia gaúcha

 Os autores e seus livros que serão lançados hoje à noite | Foto:  fotomontagem viviane schaak / cp

Os autores e seus livros que serão lançados hoje à noite | Foto: fotomontagem viviane schaak / cp

Os autores e seus livros que serão lançados hoje à noite
Crédito: fotomontagem viviane schaak / cp



O veterano poeta e escritor Luiz Coronel e a estreante Tatiana Druck promovem lançamento conjunto hoje, a partir das 20h, no Cafe de La Musique (Senador Tarso Dutra, 135), dos livros de poesias "Quirelas & Cintilações" e "Par e Ímpar", pela Mecenas Editora e TAB Marketing Editorial. Além da sessão de autógrafos, o evento contará com performance poética e musical da bailarina Fernanda Carvalho Leite e do músico Sergio Rojas.

Os autores trazem a mensagem de que a poesia continua acesa, depoente e necessária. São dois livros diferentes em forma e conteúdo; Luiz Coronel incentivou a novata Tatiana Druck a editar suas poesias, que estão repletas de uma sensualidade travessa e de surpresas.

O livro de Coronel, "Quirelas & Cintilações", recebe o primeiro impulso nas "Trovas Populares", de Fernando Pessoa. O cotidiano, com seus temas mais prosaicos e despojados, e também as inquietações de mais alto voo se sucedem nas 215 trovas e coplas. Como observa o autor, há nas trovas certa graça e referência de berço luso-açoriano. Já nas coplas um perfilar-se nitidamente espanhol, visto que são conduzidas pela vibração das guitarras. O críticos que já avaliaram a publicação ressaltam o humor e a agradabilidade da leitura proporcionada pelo poeta.

Já o livro "Par e Ímpar", de Tatiana Druck, surge de um redemoinho de vacilações e se constitui em uma novela poética da separação. Dimensionar as experiências pessoais, principalmente, amorosas dentro de uma contenção formal e, ao mesmo tempo, uma tensão de vida, parece desafiador. Mas é exatamente aquilo que a autora conquista em seu livro de estreia.

"Quirelas & Cintilações" e "Par e Ímpar" possibilitam perceber o que existe de constante e de variável. Constante é o desejo irreprimível de fazer um balanço dos dias colhendo as dádivas e padecendo seu desconforto. Variável é a forma de sentir e dizer. Nela, seu jato de espontaneidade e ironia; nele, a travessa melancolia. Com toda a voltagem da civilização da informática, da solidão instantânea, da violência sob efeitos especiais, nada estará perdido enquanto houver um homem assobiando pelas calçadas ou alguém andando sobre as águas revoltas do cotidiano com seu livro de poesia embaixo dos braços.

Luiz Coronel é poeta, escritor, publicitário, compositor e conferencista; sócio e diretor da Agência Matriz, e colunista do jornal Correio do Povo. Nascido em Bagé, é bacharel em Direito, Sociologia e Política. Tem mais de 50 composições gravadas e 44 livros publicados. Entre eles, destacam-se "Mundaréu", "Retirantes do Sul", "Cavalos do Tempo", Baile de Máscaras", "Pirâmide Noturna" e "Clássicos do Regionalismo Gaúcho". Nos livros citados, o escritor dedica sua pena à temática da terra, no que retoma a tradição do cancioneiro sul-rio-grandense. Mas ele também é conhecido por, na escrita, destacar as coisas pequenas e preciosas do cotidiano e da vida.

Em sua trajetória, recebeu diversos prêmios, entre eles o Influencia Poesia Espanhola, da Universidade de Pamplona, Espanha, e Prêmio Octavio Paz, da Revista Plural, Universidade do México, pelo livro "Pirâmide Noturna". Lançou uma sequência de dicionários voltados ao estudo das principais obras de escritores como Erico Verissimo, Mario Quintana, Guimarães Rosa, Machado de Assis, e Gabriel García Márquez.

Tatiana Druck, natural do Rio de Janeiro, sempre viveu e estudou em Porto Alegre. É advogada, mestre e doutoranda em Direito. Atualmente leciona em nível de pós-graduação na Unisinos (Especialização em Gestão de Contratos e Gestão de Seguros) e na Esade - Escola Superior de Administração Direito e Economia (Especialização em Direito Imobiliário e Registral). Participou também de oficinas de literatura, ministrada pela escritora Cinthia Moscovich, entre os anos 2006 e 2009.

Somente no ano passado, Tatiana Druck conquistou três prêmios literários nacionais. Ela obteve a segunda colocação na categoria Crônica e terceiro lugar na categoria Poesia do V Concurso Literário Mario Quintana, além da segunda colocação no Concurso de Poesia Barão de Japurá/Rio de Janeiro.