Porto Alegre

13ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, segunda-feira, 21 de Agosto de 2017

Jornal > Geral

ANO 115 Nº 237 - PORTO ALEGRE, TERÇA-FEIRA, 25 DE MAIO DE 2010

Segurança privada cresce até 14%

 Delegado Anderle alertou para empresas ilegais | Foto:  mateus bruxel

Delegado Anderle alertou para empresas ilegais | Foto: mateus bruxel

Delegado Anderle alertou para empresas ilegais
Crédito: mateus bruxel



O aumento da criminalidade impulsiona a segurança privada, que registra crescimento médio anual entre 10% e 14%. O tema foi debatido ontem em seminário promovido pela BM, na Assembleia. O coordenador-geral de Controle da Segurança Privada da Polícia Federal, delegado Adelar Anderle, defendeu a necessidade de que todos os órgãos de segurança pública trabalhem integrados com o setor privado. Advertiu que não apenas empreendimentos legalizados se expandem. "Recentemente prendemos, no Rio, um falso vigilante com 12 mandados de prisão." Estima-se que, só no RS, o número de ilegais supere em quatro vezes o efetivo da BM, de 23 mil.

O comandante do Grupamento de Supervisão de Vigilância e Guarda, Erlo Pitrosky, destacou que ex-presos e foragidos da Justiça às vezes atuam como "olheiros" para fornecer informações a criminosos. "Há 203 empresas regulares no Estado e mais de 900 clandestinas."

O apresentador do programa "Rio Grande Record", da TV Record, Farid Germano Filho, evidenciou o risco da atuação dos ilegais. "É preciso muito cuidado ao contratar uma empresa de segurança privada."