Porto Alegre, quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

Jornal > Economia

ANO 116 Nº 84 - PORTO ALEGRE, QUINTA-FEIRA, 23 DE DEZEMBRO DE 2010

O que mudou no seguro-desemprego

O coordenador-geral do Seguro Desemprego do Ministério do Trabalho e Emprego, Marcio Alves Borges, garantiu, ontem, em Porto Alegre, que os trabalhadores que optarem por seguir recebendo o seguro-desemprego, em vez de serem reencaminhados ao mercado de trabalho, não terão o acesso impedido ao benefício. Após a instalação do software Mais Emprego nas 63 agências informatizadas do Sistema Nacional do Emprego (Sine) do Rio Grande do Sul, muitos usuários têm reclamado que ficou mais difícil receber a verba temporária.

Com o novo sistema, o trabalhador que procurar o Sine e solicitar o seguro-desemprego é, antes, encaminhado para uma vaga disponível no mercado. "A principal regra para obter o seguro é o trabalhador estar pronto, apto e disposto a se reempregar", enfatizou o coordenador. Borges afirmou que a intenção do programa é criar uma nova cultura, de primeiro oferecer o emprego e só depois o benefício.