Correio do Povo

Porto Alegre, 28 de Julho de 2014


Porto Alegre
Agora
17ºC
Amanhã
13º 25º


Faça sua Busca


Jornal > Geral

Letra Diminuir letra Aumentar Letra

ANO 117 Nº 10 - PORTO ALEGRE, SEGUNDA-FEIRA, 10 DE OUTUBRO DE 2011

Segurança virtual é meta de internautas

Busca por softwares menos frágeis é motivo de debate por especialistas

Evento discutiu ataques de hackers nos computadores<br /><b>Crédito: </b> arthur puls
Evento discutiu ataques de hackers nos computadores
Crédito: arthur puls
Evento discutiu ataques de hackers nos computadores
Crédito: arthur puls

Embora grande parte dos usuários de Internet sinta segurança em sua navegação virtual, a rede global de comunicação digital não é completamente segura. Em junho deste ano, uma série de ataques de hackers contra websites governamentais deflagrou a fragilidade dos sistemas de segurança da estrutura pública de serviços e dados confidenciais no Brasil. Só no primeiro semestre deste ano, foram registradas pelo Centro de Estudos, Resposta e Tratamento de Incidentes de Segurança (Cert.BR) mais de 3,3 mil fraudes pela Internet no país. Nesta semana, na Pontifícia Universidade Católica (PUCRS), profissionais das áreas de segurança e desenvolvimento de softwares, estudantes e professores debateram condições de segurança e novas estratégias para proteção dos direitos na Internet.

A Conferência Internacional Global AppSec, sediada em Porto Alegre, é a primeira do gênero na América Latina. Conforme o especialista em Segurança na Internet, Luiz Gava, organizador do evento, a intenção foi discutir problemas e inspirar soluções contra as falhas em programas e aplicativos acessados pela rede.

Segundo ele, violações de dados pessoais, ataque contra sites de serviços públicos e fraudes bancárias estão entre as principais preocupações de pesquisadores e profissionais. Gava acredita, porém, que os ataques ocorridos no Brasil em junho são mais importantes como fonte de alerta do que nocivos à sociedade. Para o palestrante português Diniz Cruz, o grande desafio é tornar "invisíveis" os dispositivos de segurança dos aplicativos e softwares para os fraudadores não os acessem. Ele acredita que as ferramentas para construção de meios mais seguros estão disponíveis, porém a maior parte das empresas e organizações só as utiliza depois de sofrer prejuízo com violações. "Só se leva a sério quando se é atacado", comentou o português.

O palestrante lembrou ainda que há enorme dependência da comunicação digital atualmente no mundo. "Relações internacionais e mercado financeiro estão organizados em arquivos e bancos de dados digitais, eventualmente vulneráveis", afirma. Cruz acredita que o mercado de atuação da segurança na Web está em desenvolvimento e será promissor para profissionais e empreendedores.

SITES ESPECIAIS

Para saber mais sobre desenvolvimento de segurança na Internet, os organizadores do evento sugerem a pesquisa dos interessados em alguns sites que são especializados nesse assunto. Entre esses sites estão os www.owasp.org, www.cert.org e www.poasec.org. Esse último site trata-se de uma articulação local formada por profissionais que atuam na área pública e na iniciativa privada.






O que você deseja fazer?


Charge publicada no jornal Correio do Povo<br /><b>Crédito: </b> TACHO
Charge publicada no jornal Correio do Povo
Crédito: TACHO

Últimas notícias


Notícias mais lidas



Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.