Porto Alegre, terça-feira, 25 de Novembro de 2014

Jornal > Geral

ANO 117 Nº 205 - PORTO ALEGRE, DOMINGO, 22 DE ABRIL DE 2012

Planeta com 71% de água, 3% doce

Poluição afeta rios e prejudica populações | Foto: pedro revillion

Poluição afeta rios e prejudica populações | Foto: pedro revillion

Poluição afeta rios e prejudica populações
Crédito: pedro revillion

A ciência explica que a Terra, um dos planetas do Sistema Solar, está numa posição tal que favorece a vida, pois está próxima do astro-rei, o Sol, que a aquece. Esse planeta contém uma superfície com água: cerca de 71% da Terra é composto por água. Mas a maior parte é salgada, são os cinco oceanos que representam 97% do total, restando apenas 3% de água doce, em tese a mais necessária e vital para a sobrevivência do planeta e seus habitantes.

Boa parte das águas doces está em lençóis freáticos, algumas ainda ocultas, mas muitas dessas correndo sério risco de poluição. O RS, por exemplo, conta com parte do amplo manancial do Aquífero Guarani - o maior manancial de água doce subterrânea transfronteiriço do mundo. Localizado na região Centro-Leste da América do Sul, ocupa 1,2 milhão de km², estendendo-se por Brasil, Paraguai, Uruguai e Argentina. Além do RS, Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas, São Paulo, Paraná e Santa Catarina têm em suas terras as águas escondidas do Aquífero. Há o temor de que esse manancial seja privatizado em prejuízo à sociedade.

A Terra tem uma atmosfera relativamente fina, composta por 78% de nitrogênio, 21% de oxigênio e 1% de argônio, mais traços de outros gases incluindo dióxido de carbono. A atmosfera age como uma zona intermediária entre o espaço e a Terra.

Embora as pesquisas estejam avançadas, a Terra é o único local onde se sabe existir vida. O conjunto de sistemas vivos, chamada de biosfera, divide-se em biomas, habitados por fauna e flora, cada uma diferenciada da outra. A biosfera contém inúmeros ecossistemas, o que sustenta o discurso de ecologistas e estudiosos sobre a importância de respeitar a cada um como forma de manter a saúde do planeta.