Porto Alegre

19ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, domingo, 22 de Abril de 2018

Jornal > Polícia

ANO 117 Nº 321 - PORTO ALEGRE, QUINTA-FEIRA, 16 DE AGOSTO DE 2012

Gaúcho é suspeito de roubo a banco em SC

 Polícia catarinense investiga se Cafuringa liderou ataque ao BB em Içara | Foto:  lucas lemos / canal içara/ cp

Polícia catarinense investiga se Cafuringa liderou ataque ao BB em Içara | Foto: lucas lemos / canal içara/ cp

Polícia catarinense investiga se Cafuringa liderou ataque ao BB em Içara
Crédito: lucas lemos / canal içara/ cp

A Polícia Civil de Santa Catarina suspeita que o assaltante gaúcho de bancos e carros-fortes conhecido como Cafuringa, 41 anos, comandou o ataque ao Banco do Brasil de Içara, na manhã de ontem. A ação criminosa foi igual à registrada no dia 16 de março deste ano contra a agência do Banco do Brasil em Sombrio. "Tudo indica que foi ele", disse o delegado Luis Otávio Pohlmann, da DP de Sombrio, que havia pedido a prisão preventiva do foragido.

"Temos certeza que foram gaúchos", acrescentou o delegado Renato Hendges, da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (Deic), em Florianópolis, citando Cafuringa como principal suspeito. Na ação de ontem, uma quadrilha fortemente armada rendeu a esposa do tesoureiro do BB de Içara em sua residência, no bairro Santa Bárbara, em Criciúma. Com o celular dela, os criminosos avisaram o tesoureiro, que teve de se deslocar até a agência bancária, na rua Ipiranga, na área central. Após informar o gerente sobre o que estava ocorrendo, ele retirou todo o dinheiro do cofre. Os malotes foram deixados na rótula da Figueira, no bairro Boa Vista, ainda em Içara. A mulher do tesoureiro foi libertada depois na cidade de Jaguaruna.

Policiais civis e militares de toda a região foram mobilizados nas buscas aos criminosos, que estariam em uma Ford Ranger, um Honda Civic e um Vectra. A Polícia Rodoviária Federal na BR 101 também foi alertada. Na divisa com o Rio Grande do Sul, a Brigada Militar e a PRF também ficaram de prontidão. A quadrilha de Cafuringa também é suspeita de um assalto idêntico ao Banco do Brasil de Forquilhinha (SC), praticado no dia 29 de fevereiro deste ano, quando o gerente e sua família foram mantidos reféns.

Cafuringa ficou conhecido ao ser resgatado por mais de dez homens, em janeiro de 2005, na saída da Penitenciária Modulada de Montenegro, quando era transportado em um furgão da Susepe. No tiroteio, um agente penitenciário morreu. O criminoso, procurado também no RS, possui extensa ficha de antecedentes criminais, incluindo o roubo ao Banrisul da Rua 24 de Outubro, em Porto Alegre, em dezembro de 2002, quando uma professora foi morta.