Porto Alegre

21ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, segunda-feira, 27 de Março de 2017

Jornal > Geral

ANO 117 Nº 361 - PORTO ALEGRE, TERÇA-FEIRA, 25 DE SETEMBRO DE 2012

Capital sedia Fórum Palestina Livre

Embaixador (D) lembrou que restam 22% do território palestino original | Foto: arthur puls

Embaixador (D) lembrou que restam 22% do território palestino original | Foto: arthur puls

Embaixador (D) lembrou que restam 22% do território palestino original
Crédito: arthur puls

De 28 de novembro a 1 de dezembro, Porto Alegre sediará o Fórum Social Mundial Palestina Livre, que reunirá representantes de organizações palestinas e apoiadores de vários países. Ontem ocorreu o lançamento oficial do evento, que irá manifestar solidariedade à luta do povo palestino. Segundo os organizadores, a capital gaúcha foi escolhida para sediar o evento pelo pioneirismo com o Fórum Social Mundial.

As ações ocorrerão no Centro Histórico e na orla, promovidas por 36 movimentos, sindicatos e ONGs. A programação está no site wsfpalestine.net/. Presente ao encontro, o governador Tarso Genro destacou a importância da causa palestina ser resolvida. "A paz no Oriente Médio precisa ser restabelecida. Somos totalmente contrários a essa ocupação militar", frisou. O deputado Raul Carrion (PC do B), autor do projeto de lei que instituiu 29 de novembro como o dia estadual ao povo palestino, disse que mais de 6 milhões de palestinos vivem em campos de refugiados, abrigados em outros países, porque o estado palestino ainda não foi instalado, apesar de ter sido criado em 1967 com o de Israel. Segundo ele, o RS tem a maior colônia palestina do Brasil: cerca de 20 mil pessoas. O embaixador Ibrahim El Zeben agradeceu pela realização do fórum e lembrou que restam somente 22% do território palestino original.