CORREIO DO POVO
PORTO ALEGRE, SEXTA-FEIRA, 16 DE OUTUBRO DE 1998

Grêmio está eliminado da Mercosul
Equipe precisava vencer o River Plate, na Argentina, e levou 3 a 1. Agora, só briga para fugir do rebaixamento no Brasileiro




O Grêmio foi eliminado de sua quarta competição este ano ao perder por 3 a 1 para o River Plate, ontem à noite, no Monumental de Nuņez, em Buenos Aires. O time treinado por Celso Roth jogou a maior parte do tempo com um jogador a menos - teve depois mais três expulsos - e até que resistiu bravamente. Com o resultado, o Vasco da Gama, com 9 pontos, também foi eliminado. O River Plate acabou em primeiro lugar no grupo E da Copa Mercosul, pelo saldo de gols. O Grêmio terminou em 3O lugar, com 7 pontos.

O atacante Rodrigo Mendes, que já tinha um cartão amarelo e se destacava no time, prejudicou o Grêmio ao ser expulso aos 25min, depois de acertar um adversário por trás num lance sem perigo. A partir daí, o River Plate assumiu o controle do jogo. A defesa gremista bem posicionada, auxiliada pela marcação de Fabinho, Goiano e Djair, conseguiu neutralizar as investidas do River. O primeiro tempo terminou com o árbitro encontrando dificuldades para controlar a violência, que crescia em ambos os lados.

Logo no começo do segundo tempo, aos 5min, Zé Afonso ficou livre para marcar, mas chutou nas mãos do goleiro Burgos. Com Gallardo e Escudero, o River ficou mais ofensivo. Aos 15min, Rodrigo Costa invadiu a área e, ao ser desarmado, reclamou toque de mão do adversário, pedindo um pênalti. A pressão argentina aumentou. Aos 20min, Pizzi cabeceou livre para fazer 1 a 0. Celso Roth reforçou o ataque e o Grêmio teve novas chance de marcar. Aos 31, Aimar, craque do jogo, marcou o segundo gol. Aos 35, Clóvis cruzou e Martinez fez contra: 2 a 1. Aos 44, o árbitro marcou pênalti contra o Grêmio. Aos 46, Gallardo bateu e converteu: 3 a 1.

River Plate: Burgos; Martinez, Paz, Berizzo e Sorin (Placente); Astrada, Gomez (Escudero), Aimar e Solari (Gallardo); Castillo e Juan Pizzi.

Grêmio: Danrlei; Walmir, R. Costa, Scheidt e Roger; Djair (Palhinha), Goiano, Fabinho e Itaqui (Clóvis); Zé Afonso (Tinga) e Rodrigo Mendes. Árbitro: Epifanio Gonzalez (Par.). Vermelho para Rodrigo Mendes (25"), além de Rodrigo Costa, Walmir e Goiano no final. Renda: US$ 186.588,00. Público: 10 mil pagantes.



Correio do Povo
Porto Alegre - RS - Brasil