Porto Alegre, segunda-feira, 22 de Dezembro de 2014

  • 21/03/2014
  • 17:49
  • Atualização: 18:25

Correios fazem novo mutirão para diminuir acúmulo de correspondências

Normalização das entregas só deve ocorrer no final da próxima semana

  • Comentários
  • Camila Kila / Rádio Guaíba

Uma semana depois da volta ao trabalho – após 43 dias de greve dos funcionários – os Correios ainda registram acúmulo de correspondências. Para tentar diminuir os atrasos, um novo mutirão será realizado neste final de semana nas agências do Estado. A expectativa é normalizar o serviço até o final da próxima semana.

No último fim de semana, cerca de 810 mil entregas foram feitas, das 2 milhões que estavam impactadas pela paralisação. Segundo a empresa, apesar dos atrasos, todos os serviços, inclusive os com hora marcada como SEDEX10, SEDEX12 e SedexHoje, já estão em funcionamento. A entrega de Malote e das encomendas SEDEX, e-SEDEX e PAC e a oferta do Disque Coleta e da Logística Reversa também está normalizada.

Os Correios informaram que já estão autorizados, pela decisão do Tribunal Superior do Trabalho (TST), a convocar os empregados que precisam pagar os dias parados. O órgão definiu que 27 dias precisarão ser recuperados. O Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Correios e Telégrafos do Rio Grande do Sul (Sintect/RS), por outro lado, entende que é necessário ocorrer a publicação do acórdão da decisão.

Segundo os Correios, cerca de 11% dos 8,6 mil trabalhadores aderiram à paralisação no Estado. O sindicato da categoria, por outro lado, fala em 60%.

No dia 12, o TST julgou a greve, que ocorreu em 14 estados, abusiva e determinou a volta ao trabalho, o desconto de 15 dias e a recuperação dos demais.

Bookmark and Share


TAGS » Correios