Correio do Povo

Porto Alegre, 18 de Setembro de 2014


Porto Alegre
Agora
15ºC
Amanhã
17º 26º


Faça sua Busca


Notícias > Polícia

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

27/02/2012 11:19 - Atualizado em 27/02/2012 11:35

Polícia investiga morte dentro de instituto psiquiátrico em Porto Alegre

Metalúrgico suspeito de matar esposa grávida foi encontrado morto nesse domingo

A Delegacia de Homicídios e Desaparecidos (DHD) do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) investiga a morte do metalúrgico Evandro Magnum Fernandes, 27 anos, dentro do Instituto Psiquiátrico Forense (IPF), em Porto Alegre. Ele foi encontrado morto na cela 8, por um agente penitenciário, na manhã desse domingo.

A morte ocorreu três dias após o homem ser preso suspeito de assassinar a esposa grávida de oito meses com golpes de facão na casa da família no bairro Parque da Matriz, em Cachoeirinha, região Metropolitana. Conforme o delegado Cleber Lima, a hipótese preliminar apontada pela perícia é de suicídio. “O detento foi encontrado pendurado com um lençol na cela”, afirmou.

Nesta semana a polícia começa a ouvir o depoimento dos agentes da Polícia Civil que atenderam a ocorrência. Em seguida, serão ouvidos os agentes penitenciários e a direção do IPF.

Na quinta-feira, Fernandes teria golpeado Tamires Selau, de 24 anos, na cabeça e no pescoço. Equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) que atenderam a ocorrência ainda tentaram salvar o bebê, que não resistiu.

A motivação do crime foi a desconfiança de que o autor não seria o pai da menina. O casal estava junto há quase dez anos e tinha um filho de 5 anos. De acordo com a Polícia Civil, o homem apresentava um quadro de depressão. Ele foi preso em flagrante e levado ao Presídio Central de Porto Alegre, sendo depois transferido para o IPF.

Bookmark and Share

Fonte: Marcos Koboldt / Correio do Povo






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.