Porto Alegre, segunda-feira, 20 de Outubro de 2014

  • 27/02/2012
  • 19:16
  • Atualização: 19:41

Ex-companheiro é suspeito de matar mulher a facadas em Portão

Polícia encontrou faca que pode ter sido usada no crime na residência do investigado

  • Comentários
  • Samuel Vettori/Rádio Guaíba

O ex-companheiro de uma mulher assassinada a golpes de faca, no fim da manhã de domingo, em Portão, é o principal suspeito do crime no Vale do Sinos. O nome do investigado não foi divulgado. A mãe solteira, de 24 anos, deixa dois filhos, um de seis anos e outro de três – esse filho do suposto autor do crime. A polícia suspeita que o homem não tenha aceitado o fim da relação. Não foi informado quanto tempo o casal viveu sob o mesmo teto.

Uma faca que pode ter sido utilizada pelo assassino foi encontrada na manhã desta segunda-feira, na casa dele. O utensílio vai ser periciado para que sejam analisadas marcas de sangue, segundo o delegado Clóvis Nei da Silva. O autor do homicídio se preocupou em fechar as portas da residência antes de cometer o crime, e levou as chaves na fuga.

Os pais da vítima relataram que a filha foi encontrada nua, de bruços e enrolada em cobertores. Exames da perícia, explicou o delegado, vão esclarecer se ela sofreu abuso sexual. Clair era considerada desaparecida desde a noite de sexta-feira, quando foi vista em uma festa.


Bookmark and Share