Porto Alegre, segunda-feira, 22 de Dezembro de 2014

  • 07/02/2013
  • 01:08
  • Atualização: 07:14

Ufrgs está no ranking das 500 melhores universidades na internet

Federal do Rio Grande do Sul se classificou em 129º lugar em lista do governo espanhol

  • Comentários
  • Agência Brasil

O Brasil tem 12 universidades entre as 500 melhores do mundo e uma delas é a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). A lista foi definida pelo Ranking Web of Universities ou Webometrics, divulgado pelo Conselho Superior de Pesquisas Científicas (CSIC), ligado ao governo espanhol e dedicado ao fomento da investigação científica e tecnológica. O levantamento é baseado no impacto que as publicações científicas das instituições de ensino têm na internet. Das universidades brasileiras até a 500º posição, todas são públicas, sendo nove federais e três estaduais.

O primeiro lugar brasileiro coube à Universidade de São Paulo (USP), que ocupa o 19º lugar geral. A USP foi seguida por Ufrgs, Universidade Estadual de Campinas (Unicamp 177º), Universidade de Brasília (UnB 181º), Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC 205º), Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ, 241º), Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG 254º), Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp 294º), Universidade Federal Fluminense (UFF 312º), Universidade Federal do Paraná (UFPR 364º), Universidade Federal da Bahia (UFBA 444º) e Universidade Federal do Ceará (UFCE 482º).

A primeira universidade particular a aparecer no ranking é a Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), na 16º posição nacional e 621º mundial. As dez primeiras posições são ocupadas por universidades norte-americanas, estando a Universidade de Harvard na liderança.

A pesquisa é divulgada semestralmente desde 2004. O objetivo, de acordo com o site da divulgação, é motivar as universidades a aumentarem a presença na internet. "Caso a performance da instituição estiver abaixo da posição esperada de acordo com a excelência acadêmica que tem, as autoridades deveriam reconsiderar a política na rede e promover um aumento no volume e na qualidade das publicações eletrônicas", informa a metodologia do levantamento.


Bookmark and Share


TAGS » Educação, Geral, Ufrgs