Correio do Povo

Porto Alegre, 17 de Abril de 2014


Porto Alegre
Agora
25ºC
Amanhã
19º 26º


Faça sua Busca


Notícias > Economia

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

02/12/2013 20:22 - Atualizado em 02/12/2013 20:27

Ações da Petrobras despencam 10% no primeiro pregão de dezembro

Bovespa fechou em seu menor nível nos últimos três meses por conta da queda da estatal

As ações da Petrobras despencaram cerca de 10% nesta segunda-feira, levando a Bovespa a fechar a sessão no menor nível em mais de três meses. O reajuste dos combustíveis anunciado na sexta-feira foi considerado por analistas insuficiente para compensar a defasagem em relação aos preços internacionais. A falta de detalhamento do cálculo utilizado pela companhia para a elevação também esteve por trás da forte queda dos papéis da companhia.

No fim do dia, o Ibovespa terminou com baixa de 2,36%, aos 51.244,87 pontos, o menor patamar desde 30 de agosto. Na máxima, o índice alcançou 52.479 pontos (-0,01%). O índice acumula queda de 15,93% no ano. O giro financeiro totalizou R$ 7,478 bilhões.

A Petrobras anunciou na sexta-feira um reajuste de 4% para a gasolina e 8% para o diesel nas refinarias, sem divulgar como será a nova metodologia de precificação. A falta de esclarecimento da fórmula de reajuste fez o Credit Suisse rebaixar a recomendação para as ações da estatal de outperform (desempenho acima da média do mercado) para underperform (desempenho abaixo) e cortar o preço-alvo das ADRs de US$ 25,00 para US$ 14,00. Petrobras ON perdeu 10,37% e PN caiu 9,21%, fechando a sessão na mínima.

Ao sair de um evento em São Paulo, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, se recusou a comentar o declínio das ações da estatal e disse que o impacto da alta da gasolina na bomba será de 2% a 2,5%, mas que a inflação está controlada no país. O Ibre/FGV estima que o impacto imediato da alta da gasolina na inflação poderá ficar entre 0,08 e 0,10 ponto porcentual, se o repasse para o consumidor final ficar em torno de 2,0% a 2,5%, como calculou a consultoria LCA.

As ações da Vale também recuaram na sessão, contaminadas pelo mau humor no mercado. Nesta segunda a mineradora anunciou o plano de investimentos da empresa para 2014, que ficou abaixo do previsto para este ano, como já era esperado pelos analistas. Vale ON caiu 1,28% e Vale PN recuou 0,46%.

O pessimismo dos investidores no primeiro pregão de dezembro ocorre na véspera da divulgação dos números do terceiro trimestre do Produto Interno Bruto (PIB), prevista para as 9 horas desta terça-feira. A semana conta ainda com a divulgação da produção industrial de outubro, na quarta-feira, e da ata da reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central, na quinta-feira.


Bookmark and Share

Fonte: AE







O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.