Correio do Povo

Porto Alegre, 24 de Abril de 2014


Porto Alegre
Agora
18ºC
Amanhã
12º 22º


Faça sua Busca


Notícias > Internacional

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

02/12/2013 21:12 - Atualizado em 02/12/2013 21:38

Trem acidentado em Nova Iorque circulava acima da velocidade permitida

Acidente no domingo deixou quatro mortos e 67 feridos

Acidente deixou quatro mortos<br /><b>Crédito: </b> AFP / CP
Acidente deixou quatro mortos
Crédito: AFP / CP
Acidente deixou quatro mortos
Crédito: AFP / CP

O trem que descarrilou no domingo em Nova Iorque, deixando quatro mortos e 67 feridos, entrou na curva onde ocorreu o acidente com uma velocidade quase três vezes superior a permitida para o trecho. “A informação preliminar indica que o trem circulava a 130 km/h na entrada da curva onde o limite é de 48 km/h", assinalou o especialista do órgão nacional de Segurança dos Transportes (NTSB) Earl Weener.

“Até o momento não temos qualquer informação sobre problemas nos freios”, destacou o responsável em entrevista coletiva após a primeira análise da “caixa preta”. Antes da coletiva do NTSB, o governador do Estado de Nova Iorque, Andrew Cuomo, já havia apontado o excesso de velocidade como a causa do acidente.

“Após trabalhar durante o dia com os especialistas, acredito que isto está ligado ao excesso de velocidade”, disse Cuomo à rede de televisão NBC, depois de citar três hipóteses: “Problema nos trilhos, falha no equipamento e erro do maquinista”. O maquinista do trem já foi ouvido e está em condição estável e consciente.

De acordo com a imprensa local, o maquinista teria mencionado o mau funcionamento dos freios como causa do descarrilamento. A investigação exigirá entre sete e dez dias e o NTSB analisará os trilhos, a sinalização, freios, procedimentos, e por que razão os passageiros morreram ou ficaram feridos.

O acidente aconteceu às 7h20min local (10h20min de Brasília) de domingo, quando o trem tentava fazer uma curva, pouco antes da estação de Spuyten Duyvil, ao Norte de Manhattan, na confluência dos rios Hudson e Harlem. Sete vagões do trem descarrilaram, com quase 150 passageiros. Quatro vagões saíram da via e terminaram em uma área de mata próxima. Um deles parou a poucos metros do rio Harlem, que separa o Bronx do norte de Manhattan.

Os mortos são dois homens e duas mulheres com idades entre 35 e 59 anos, todos nascidos no estado de Nova Iorque. Onze feridos estão em condição crítica.

Bookmark and Share

Fonte: AFP







O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.