Correio do Povo

Porto Alegre, 24 de Abril de 2014


Porto Alegre
Agora
18ºC
Amanhã
11º 22º


Faça sua Busca


Notícias > Política

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

04/12/2013 12:51 - Atualizado em 04/12/2013 12:53

Jefferson diz em nota que "agiu pelo bem do Brasil"

Parlamentar cassado passou por exames no Instituto Nacional do Câncer

Depois de passar por exames no Instituto Nacional do Câncer (Inca), o ex-deputado Roberto Jefferson (PTB), delator do esquema do mensalão, afirmou, em nota, que agiu "pelo bem do Brasil". O parlamentar cassado pediu desculpas à imprensa por ter mantido silêncio, na manhã desta quarta-feira, segundo ele por recomendação do advogado.

Em seu blog, Jefferson publicou a seguinte nota: "Acompanhado do meu advogado, Marcos Pinheiro de Lemos, fui hoje ao Hospital do Câncer; levei meus exames e os históricos de minhas cirurgias. Educados, os médicos nomeados pelo Supremo foram sobretudo técnicos. Aproveito para pedir desculpas à Imprensa por não atendê-la neste momento, uma vez que, a pedido do meu advogado, devo permanecer em silêncio, em respeito à Justiça. Compreendo a dificuldade de vocês, mas, agora, é o melhor que posso fazer por mim. O que tinha que fazer pelo bem do Brasil, eu já fiz. Volto a falar com vocês assim que puder". 

A perícia médica foi solicitada pelo presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, para decidir se ele cumprirá a pena de sete anos e 14 dias de prisão em casa ou em um presídio. O ex-deputado foi condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro na Ação Penal 470, o processo do mensalão. A assessoria de imprensa do Inca informou que o laudo da avaliação médica no ex-deputado não ficará pronto hoje e que o resultado será encaminhado ao STF, responsável por qualquer divulgação sobre a perícia.



Bookmark and Share

Fonte: AE







O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.