Correio do Povo

Porto Alegre, 20 de Abril de 2014


Porto Alegre
Agora
19ºC
Amanhã
18º 27º


Faça sua Busca


Notícias > Política

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

04/12/2013 13:03 - Atualizado em 04/12/2013 18:20

Ausência de corrupção é vital para sucesso de um país, diz Tony Blair

Ex-primeiro-ministro britânico falou sobre globalização em Porto Alegre

 Tony Blair fala sobre globalização em Porto Alegre<br /><b>Crédito: </b> André Ávila
Tony Blair fala sobre globalização em Porto Alegre
Crédito: André Ávila
Tony Blair fala sobre globalização em Porto Alegre
Crédito: André Ávila

Ausência de corrupção é vital para o sucesso de um país, assim como desenvolvimento da infraestrutura e da educação, na opinião do ex- primeiro-ministro da Grã-Bretanha, Tony Blair. Ele palestrou na UniRitter em Porto Alegre, ontem sobre “Globalização: Desafios, Oportunidades e o Papel das Lideranças”. Depois de elogiar a beleza da cidade e o progresso do Brasil, deu receitas de que como os governantes devem se portar frente à rapidez dos processos de integração entre as nações.

Blair também defendeu impostos simples e razoáveis, além do livre mercado. “Quanto mais se opera o comércio aberto, maior é o ganho”, afirmou, lembrando de experiências do Reino Unido, com a instalação de uma montadora japonesa de veículos. Para ele, são necessárias as trocas, porém com regras definidas e justas.

Como patrono da Africa Governance Iniciative, tem viajado por vários países e disse que aprendeu que a característica do mundo hoje é a agilidade nas mudanças. “A globalização está integrando o mundo”, ressaltou. Segundo Blair, o futuro é imprevisível, especialmente o das finanças, e a atuação dos líderes é fundamental para o enfrentamento dessa nova realidade. É necessário coragem para realizar reformas, como a do ensino, a qual defendeu. “A educação é a coisa mais importante para um país fazer, mas é a mais difícil”, destacou.

Uma das possibilidades é utilizar parcerias público privadas para investir na área e qualificar professores. Blair contou que, quando primeiro-ministro, enfrentou críticas ao promover alterações na área. A ideia foi o de utilizar as boas escolas como modelo. “Onde houver excelência, encoraje. Onde não houver, não aceite”, disse. Para mudar a estrutura, explicou que seu governo ouviu os sindicatos, porém não os deu poder de veto. Ainda mencionou o rigor das avaliações de desempenho.

Blair respondeu a três perguntas de estudantes de Direito e de Relações Internacionais da UniRitter, instituição que faz parte da rede internacional de universidades Laureate. Uma das questões era sobre a segurança nas conectividades. O ex-primeiro-ministro não se posicionou sobre o caso de supostas violações dos Estados Unidos, denunciados pelo ex-agente da CIA Edward Snowden, mas disse que deve haver segurança e supervisão nas informações sigilosas.

De acordo com Blair, no século XXI, Estados Unidos e Europa terão que compartilhar o poder com países como China, Índia e o Brasil. “Se formos comparar o Brasil hoje, com o de 20 anos atrás, temos mudanças impressionantes. Nos próximos 20, teremos que mudar muito mais”, salientou.

Evento


Inicialmente, o reitor da universidade, Telmo Frantz, destacou a importância da economia gaúcha. Segundo ele, o potencial de estarmos em quarto lugar no Produto Interno Bruto (PIB) do País faz a necessidade de contratar mão-de-obra. Ainda citou que a UniRitter está crescendo e tem hoje 33 cursos de graduação, 34 de pós-graduação, quatro mestrados e um doutorado.

Depois, o presidente da Rede Laureate Brasil, José Roberto Loureiro, agradeceu a presença do ex-primeiro ministro no Brasil. Afirmou que Tony Blair é um homem que fez história. Acredita que ele é uma voz importante para uma África mais forte. Loureiro ainda citou a força da Rede a importância acadêmica da presença de Blair em Porto Alegre.

Com informações de Karina Reif e Jerônimo Pires

Bookmark and Share


Fonte: Correio do Povo e Rádio Guaíba







O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.