Correio do Povo

Porto Alegre, 23 de Abril de 2014


Porto Alegre
Agora
19ºC
Amanhã
13º 22º


Faça sua Busca


Notícias > Internacional

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

04/12/2013 19:19 - Atualizado em 04/12/2013 19:31

Dupla rouba caminhão com material radioativo no México

Crime mobilizou polícia de diversos estados do país

Autoridades buscavam nesta quarta-feira no México um veículo roubado com carregamento radioativo destinado ao uso médico, que pode ser extremamente perigoso. A Comissão Nacional de Segurança Nuclear e Salvaguardas (CNSNS) do México informou sobre o roubo de um veículo que transportava equipamento médico em desuso com material radioativo no município de Tepujaco, no estado de Hidalgo, segundo um comunicado divulgado de ontem.

A CNSNS indicou que a fonte radioativa que se encontra no interior desse equipamento médico está devidamente protegida e não representa risco algum desde que o material não seja quebrado ou manuseado, segundo o comunicado. Portanto, pede "aos que tiverem o equipamento em seu poder ou o encontrarem que não abram ou danifiquem, já que, neste caso, ele pode gerar sérios problemas à saúde".

"Esse equipamento contém material radioativo e estava sendo transferido para Centro de Armazenamento de Dejetos Radioativos", afirmou o texto da CNSNS. O organismo disse que "imediatamente foi ativado um protocolo de alerta às autoridades federais, estatais e municipais".

O roubo ocorreu em um posto de gasolina em Tepujaco e foi realizado por dois homens armados que renderam o motorista do caminhão, segundo as autoridades do estado de Hidalgo. "Ao chegar ao posto, dois sujeitos me cercaram, me ameaçaram com armas de fogo, me amarraram e levaram o veículo", disse o motorista, de acordo com a polícia.

A busca pelo material é realizada em Hidalgo e nos estados próximos de Querétaro, Veracruz, Estado do México, Tlaxcala, Puebla e no Distrito Federal, enquanto a Defesa Civil Federal e a Polícia Federal trabalham de forma coordenada.

O material não pode ser utilizado em uma arma convencional, mas, em teoria, pode ser empregado nas chamadas "bombas sujas", que são artefatos explosivos que propagam material radioativo sobre uma ampla extensão.

Os especialistas alertam há muito tempo para os riscos de armazenar grandes quantidades desse tipo de material em hospitais e outros centros de todo o mundo sem medidas de segurança adequadas. No ano passado, a AIEA registrou 17 casos de posse ilegal e de tentativa de venda de substâncias nucleares, e 24 casos de roubos ou perdas, o que representa a ponta do iceberg, segundo a agência.

Bookmark and Share

Fonte: AFP







O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.