Correio do Povo

Porto Alegre, 23 de Abril de 2014


Porto Alegre
Agora
21ºC
Amanhã
13º 22º


Faça sua Busca


Notícias > Geral

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

04/12/2013 19:54 - Atualizado em 04/12/2013 19:59

Passe Livre intermunicipal começa a operar em 145 cidades na próxima semana

Ato simbólico em Porto Alegre entregou carteirinhas aos primeiros 20 alunos contemplados

Em ato simbólico na sede da Metroplan, em Porto Alegre, os primeiros 20 jovens contemplados com o Passe Livre Estudantil Intermunicipal receberam as carteirinhas, nesta quarta-feira. O documento pode ser utilizado no transporte de ida e volta até a escola ou universidade pelos estudantes que residam em outro município, com isenção da passagem. A expectativa é de que, até o fim do ano, mil estudantes recebam os cartões. Ainda em 2013, as 67 cidades da Região Metropolitana e Aglomerados Urbanos, além de 78 municípios do interior do Estado, passarão a receber recursos para viabilizar o transporte fretado.

Conforme a chefe adjunta da Casa Civil, Mari Perusso, a adesão das prefeituras do interior foi muito maior do que a expectativa para 2014, quando 377 cidades fora da área atendida pela Metroplan devem participar do programa. “Desconheço qualquer temor dos prefeitos em se conveniar com o Estado no transporte dos alunos. Mesmo porque os repasses serão feitos até mesmo para os devedores”, comentou ela, quando questionada sobre a estimativa de baixa adesão que havia sido feita pela Federação das Associações dos Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs).

Iria Fiedler comemorou o Passe Livre, já que mora em Cachoeirinha e a filha estuda na Escola Argentina, na Capital. Segundo ela, cerca de R$ 80 deixarão de ser gastos no orçamento mensal. “Foi muito bom esse benefício. Assim, a Luana pode continuar estudando aqui até o final do Ensino Médio. É um alívio para quem previa trocá-la de colégio”.

O Passe Livre Intermunicipal é destinado a estudantes com renda per capita de até 1,5 salário mínimo, que residam em uma cidade, mas estudem em outra. A União Gaúcha dos Estudantes Secundaristas (Uges) já solicitou a confecção de 25 carteiras, mas garante o número de pedidos vai aumentar ao longo do mês e no início do próximo ano letivo.

A Metroplan deve, ainda, divulgar no Diário Oficial da próxima segunda-feira, a determinação para que as empresas ônibus instalem um sistema de reconhecimento facial a fim de evitar fraudes na utilização do benefício. Os recursos poderão ser deduzidos em publicidade e verba repassada pelo governo para subsidiar o transporte.


Bookmark and Share

Fonte: Samantha Klein/Rádio Guaíba







O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.