Correio do Povo

Porto Alegre, 25 de Abril de 2014


Porto Alegre
Agora
13ºC
Amanhã
13º 23º


Faça sua Busca


Notícias > Geral

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

05/12/2013 18:45 - Atualizado em 05/12/2013 18:53

Cerca de 73 mil pontos seguem sem luz após temporais no RS

Alto Uruguai, Missões, Produção e Serra são regiões mais afetadas

Quedas de árvores causaram danos na rede elétrica em Erechim<br /><b>Crédito: </b> Alan Dias/Especial CP
Quedas de árvores causaram danos na rede elétrica em Erechim
Crédito: Alan Dias/Especial CP
Quedas de árvores causaram danos na rede elétrica em Erechim
Crédito: Alan Dias/Especial CP

Cerca de 73 mil pontos continuavam sem luz, às 18h30min desta quinta-feira, por conta dos estragos dos temporais no Rio Grande do Sul. As principais regiões afetadas foram Alto Uruguai, Produção, Missões e Serra, na área de atendimento da RGE.

De acordo com a empresa, muitas árvores e objetos foram arremessados na rede de distribuição de energia elétrica, além de intensa presença de descargas atmosféricas, "o que provocou interrupções nos municípios destas localidades, entre eles Erechim, Santo Ângelo, Frederico Westphalen e Caxias do Sul, que concentram a maioria das ocorrências de falta de energia. No total, 68 mil continuam sem o serviço.

Na área abastecia pela AES Sul, 5 mil pontos continuavam sem luz. Três mil clientes de São Borja e 2 mil de Sobradinho. Pontos isolados da Região Metropolitana também apresentaram problemas.

O balanço da Defesa Civil aponta para 648 desalojados no Rio Grande do Sul em razão dos temporais que atingiram o Estado nesta quinta-feira. Em Cidreira, no Litoral Norte, pelo menos 600 pessoas tiveram que sair de casa por causa da forte chuva. De acordo com o Corpo de Bombeiros, não há registro de feridos no município, mas a prefeitura de Cidreira está comprando lonas para socorrer os atingidos.

Em Sapiranga, no Vale do Rio dos Sinos, o número de afetados chega a 40. A Defesa Civil contabiliza mais oito desalojados em Pinhal, no Litoral. No município, o distrito Túnel Verde foi destruído pela chuva de granizo. Conforme o prefeito da cidade Luiz Antônio Palharin, 509 residências foram danificadas. Diversos galhos caíram na pista da ERS 040 e foi necessária a intervenção de guinchos para desobstruir a estrada. Também houve estragos na plantação de arroz.


Bookmark and Share

Fonte: Correio do Povo







O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.