Correio do Povo

Porto Alegre, 20 de Abril de 2014


Porto Alegre
Agora
20ºC
Amanhã
16º 24º


Faça sua Busca


Notícias > Economia

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

09/12/2013 10:44 - Atualizado em 09/12/2013 11:11

Cai projeção de crescimento do País para 2,35% em 2013

Levantamento da Focus é o primeiro após divulgação do PIB trimestral

A previsão de crescimento da economia brasileira em 2013 foi revisada de 2,50% para 2,35%, de acordo com a pesquisa Focus do Banco Central divulgada nesta segunda-feira. Esse é o primeiro levantamento após a divulgação do Produto Interno Bruto (PIB) do terceiro trimestre, que mostrou queda de 0,50% em relação ao trimestre anterior. Para 2014, a estimativa de expansão passou de 2,11% para 2,10%. Há quatro semanas, as projeções eram, respectivamente, de 2,50% e 2,11%.

A projeção para o crescimento do setor industrial em 2013 foi revisada de 1,69% para 1,63%. Para 2014, economistas preveem avanço industrial de 2,25%, ante 2,50% da pesquisa anterior. Um mês antes, a Focus apontava estimativa de expansão de 1,72% para 2013 e de 2,42% em 2014 para o setor. Os analistas mantiveram a previsão para o indicador que mede a relação entre a dívida líquida do setor público e o PIB em 2013 em 34,60%. Há quatro semanas, estava em 34,55%. Para 2014, subiu de 34,50% para 34,60%. Há quatro semanas, estava em 34,40%.

O mercado financeiro elevou a previsão para o déficit em transações correntes em 2013. A media das expectativas de saldo negativo na conta corrente este ano subiu de 79,85 bilhões de dólares para 80,00 bilhões. Para 2014, a previsão de déficit nas contas externas passou de 71,80 bilhões de dólares para 72,35 bilhões. Há quatro semanas, estava em 79,00 bilhões de dólares para 2013 e em 70,80 bilhões para 2014.

Na mesma pesquisa, economistas reduziram a estimativa de superávit comercial em 2013 de 1,30 bilhão de dólares para 1,25 bilhão. Quatro semanas antes, estava em 1,72 bilhão de dólares. Para 2014, a projeção caiu de 7,85 bilhões de dólares para 7,45 bilhões. Há quatro semanas, essa estimativa estava em 10,00 bilhões.

A pesquisa mostrou ainda que as estimativas para o ingresso de Investimento Estrangeiro Direto (IED), aquele voltado ao setor produtivo, foi mantida em 60 bilhões de dólares para 2013 (está no mesmo valor há 52 semanas). Para 2014, também foi mantida em 60 bilhões de dólares. Está no mesmo valor há 69 semanas.

Câmbio A mediana das projeções para a taxa de câmbio no final de 2013 segue em R$ 2,30 nas estimativas dos analistas consultados pelo BC. Há quatro semanas, a projeção era de R$ 2,25. Para o fim de 2014, a mediana segue em R$ 2,40 há 14 semanas.

O mercado financeiro manteve a previsão para a taxa média de câmbio em 2013 em R$ 2,17. Para 2014, a projeção subiu de R$ 2,36 para R$ 2,37. Há um mês, a pesquisa apontava que a expectativa de dólar médio estava em R$ 2,16 neste ano e R$ 2,33 no próximo.

A pesquisa também mostra que, para o fim de janeiro de 2014, a estimativa passou de R$ 2,31 para R$ 2,32. A mediana das projeções para o câmbio dos analistas do Top 5 médio prazo para o fechamento de 2013 segue em R$ 2,31. Para 2014, passou de R$ 2,40 para R$ 2,38.

Bookmark and Share


Fonte: AE







O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.