Correio do Povo

Porto Alegre, 18 de Abril de 2014


Porto Alegre
Agora
22ºC
Amanhã
16º 23º


Faça sua Busca


Notícias > Geral

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

09/12/2013 21:47

Empresa não paga rescisão a 600 trabalhadores em Candiota

Representantes de terceirizada da CGTEE deverá ser acionada na justiça por grupo

Mais de 600 funcionários da Eletromecânica Silvestrini (EMS), empresa terceirizada da Companhia de Geração Térmica de Energia Elétrica (CGTEE), em Candiota, que assinariam a rescisão contratual e receberiam seus créditos nesta segunda-feira, mas tiveram suas expectativas frustradas. Eles aguardavam a presença de representantes da empresa que não compareceram para o pagamento.

Os trabalhadores encontraram o escritório fechado e, de acordo com lideres da categoria, ao entrarem em contato com a sede da empresa em Charqueadas, foram aconselhados procurarem seus direitos na Justiça. Os funcionários alegam estarem sem receber os salários de novembro, o 13º e o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), que seriam pagos na assinatura da rescisão.

Após, os funcionários procuraram a CGTEE, que recomendou que as partes encontrem uma solução para o assunto. A Companhia garante não possuir nenhuma dívida com EMS, e que o contrato com a empresa encerrou no final do mês passado.

Bookmark and Share

Fonte: Jossicar Saraiva / Correio do Povo







O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.