Correio do Povo

Porto Alegre, 23 de Abril de 2014


Porto Alegre
Agora
18ºC
Amanhã
13º 23º


Faça sua Busca


Notícias > Internacional

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

12/12/2013 20:21 - Atualizado em 12/12/2013 22:11

Filha de Raúl Castro admite que tem “contradições” com o pai

Deputada, Mariela Castro defende direitos dos homossexuais em Cuba

Mariela Castro defende direitos dos homossexuais em Cuba<br /><b>Crédito: </b> AFP / CP
Mariela Castro defende direitos dos homossexuais em Cuba
Crédito: AFP / CP
Mariela Castro defende direitos dos homossexuais em Cuba
Crédito: AFP / CP

Filha do presidente cubano, Raúl Castro, Mariela Castro admitiu nesta quinta-feira ter “contradições” com seu pai, que chegaram a provocar dias de silêncio entre ambos. Ela garantiu, porém, que não houve "conflitos".

“Claro que há contradições. Em que família não há contradições? É impossível que não haja contradições entre pais e filhos”, disse Mariela, de 51 anos, à revista digital oncubamagazine.com. “Embora estejamos de acordo com um projeto - dentro daquilo que pensamos como projeto -, não estamos de acordo com todos os elementos, nem pensamos da mesma maneira sobre como fazê-lo, mas isso não quer dizer que haja um conflito” entre nós.

Diretora do Centro Nacional de Educação Sexual (Cenesex), que defende os direitos dos homossexuais, Mariela confessa que, por vezes, chega a ficar sem se falar com o pai. “Embora às vezes tenham acontecido muitas coisas que você nem pode imaginar, nós nos gostamos, nos respeitamos e buscamos o momento certo para voltar a nos reconciliar e a ter os mesmos pontos de vista”, completou.

Filha do meio das três filhas do presidente, às quais se soma Alejandro, o único homem, Mariela ressalta que “o vínculo familiar não pode ser um peso que esmaga, ao contrário, tem de ser algo que engrandece”. Em fevereiro passado, Mariela foi eleita deputada na Assembleia Nacional (Parlamento). “Meu pai me dizia: 'Bom, você já está na Assembleia, não me traga mais problemas aos domingos, diga o que você quiser na Assembleia'”, revelou.

Mariela é sobrinha do líder histórico Fidel Castro, afastado do poder desde 2006 por questões de saúde. “Desde muito cedo, descobri que não era meu tio, e sim 'Fidel'. Por isso, tomei distância muito rapidamente e sempre o olhei com essa admiração e com esse respeito que sentimos, como todas as pessoas que o identificam por seu exemplo revolucionário, pelas virtudes e defeitos que ele tem, porque não é Deus, é um ser humano”, acrescentou.

Bookmark and Share

Fonte: AFP







O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.