Correio do Povo

Porto Alegre, 20 de Abril de 2014


Porto Alegre
Agora
20ºC
Amanhã
16º 24º


Faça sua Busca


Notícias > Política

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

18/12/2013 16:05 - Atualizado em 18/12/2013 16:35

Senador João Ribeiro morre em São Paulo

Parlamentar foi vítima de complicações decorrentes de um transplante de medula

Morreu na manhã desta quarta, no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, o senador João Ribeiro (PR-TO). O senador foi vítima de complicações decorrentes de um transplante de medula para tratamento da síndrome mielodisplásica hiperfibrótica, que é um tipo de leucemia.

Ribeiro chegou a se afastar das funções parlamentares em fevereiro deste ano e em agosto reassumiu a vaga no Senado, que agora deverá ser ocupada pelo suplente Ataídes de Oliveira (PSDB-TO).

O parlamentar começou a vida política em 1982, como vereador eleito pelo Partido Democrático Social (PDS), representante do esporte de Araguaína. Conquistou o primeiro mandato em Brasília, como deputado federal em 1994. Em 2003 chegou ao Senado Federal, foi reeleito em 2010 para mandato até 2018. João Ribeiro era casado com Cinthia Alves Caetano Ribeiro e deixa sete filhos.

Dilma lamenta morte

A presidenta Dilma Rousseff se solidarizou com a família do senador Ribeiro. Definindo-o como “ilustre representante do estado do Tocantins”, a presidenta disse, em nota de pesar, que recebeu “com tristeza” a notícia da morte de Ribeiro.

De acordo com Dilma, Ribeiro foi “companheiro leal da base aliada do governo”. A presidenta disse também que o senador “foi sempre uma voz de contribuição positiva na relação entre o Legislativo e o Executivo”.

“De família humilde, Ribeiro foi engraxate, vendedor de picolé e trabalhou na roça. Foi prefeito de Araguaína, deputado estadual e, como deputado federal, peça importante na criação do estado do Tocantins”, declarou a presidenta, por meio da nota.

Bookmark and Share

Fonte: Agência Brasil





» Tags:Política


O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.