Correio do Povo

Porto Alegre, 25 de Abril de 2014


Porto Alegre
Agora
13ºC
Amanhã
13º 23º


Faça sua Busca


Notícias > Economia

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

19/12/2013 13:36 - Atualizado em 19/12/2013 16:37

Desemprego cai 0,8% em um ano na Região Metropolitana

Índice foi de 6,2% em novembro, segundo o Dieese

O desemprego teve queda de 0,8% no período de um ano na Região Metropolitana de Porto Alegre. De acordo com a Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED), divulgada nesta quinta-feira, em novembro o índice foi de 6,2%, enquanto que no mesmo mês do ano passado era de 7%. Em comparação com outubro, o desemprego se manteve estável, subindo apenas 0,1%.

De acordo com a economista do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), Ana Paula Sperotto, a previsão é de que o ano feche com a menor taxa da série histórica, que começou a ser feita em 1992. “Ao longo dos 11 primeiros meses, e sem a previsão de algum acontecimento que modifique a tendência, a taxa de desemprego sempre ficou abaixo dos percentuais registrados em 2012”, explicou a economista.

Um dos destaques de novembro em relação ao mercado de trabalho foi a variação positiva de empregados de 0,3%, que representa 6 mil trabalhadores. Entre os principais setores da economia, destaque para o segmento de serviços, que ampliou em 2 mil o número de empregados – a indústria de transformação, com mais mil, e o comércio, também com mil novos profissionais.

O alerta ficou com a redução na ocupação da construção civil, o que, segundo a economista, se dá por vários fatores, entre eles, o desaquecimento do setor e a média salarial que também influencia na redução de ocupação. Na análise feita nas seis regiões metropolitanas pesquisadas, foi possível verificar uma queda no desemprego.

O índice passou de 7,6% para 7,4% de outubro para novembro. As maiores reduções foram em Recife, Fortaleza e Belo Horizonte. Além de Porto Alegre, o desemprego ficou estável também em Salvador e São Paulo. O rendimento médio real nas regiões cresceu 1,6% nos ocupados e 0,6% nos assalariados.

Bookmark and Share


Fonte: Mauren Xavier / Correio do Povo







O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.