Correio do Povo

Porto Alegre, 21 de Abril de 2014


Porto Alegre
Agora
15ºC
Amanhã
18º 27º


Faça sua Busca


Notícias > Geral > Transporte Público

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

19/12/2013 17:34 - Atualizado em 19/12/2013 18:06

Sindimetrô analisa proposta na noite desta quinta-feira

Trensurb opera apenas em horários de pico há quase uma semana

Os metroviários irão analisar uma proposta da Trensurb em assembleia marcada para as 20h30min desta quinta-feira. Caso seja fechado um acordo, a greve da categoria – que completa uma semana amanhã – poderá ser encerrada. Desde sexta-feira, os trens que ligam Porto Alegre a Região Metropolitana estão funcionando apenas em horários de pico estipulados pelo Ministério Público do Trabalho.

De acordo com a Trensurb, nesta qunta-feira, ocorreu um novo acordo entre as partes. Além da antecipação de parte da reposição salarial de 2014, a cobrança das mensalidades do plano de saúde dos empregados e seus dependentes será feita com base em faixas salariais. A validade da proposta, conforme a empresa, vigora até o fim da assembleia.

Os funcionários da Trensurb analisaram proposta na manhã dessa quarta-feira e decidiram manter a paralisação, o que motivou a empresa, que desde o início considera a greve “abusiva”, a ingressar na Justiça. O motivo da paralisação foi o reajuste do Plano de Saúde dos funcionários da Trensurb, fixado em 45%. Nos últimos cinco anos, o aumento foi de 156%. Os trabalhadores consideram o percentual abusivo.

A Trensurb ressaltou que o reajuste do plano de saúde é uma questão de mercado sobre a qual a empresa não tem ingerência. O aumento afeta também o orçamento da companhia, uma vez que os valores das mensalidades do plano são subsidiados pela empresa em 50%.

Bookmark and Share

Fonte: Lucas Rivas / Rádio Guaíba







O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.