Correio do Povo

Porto Alegre, 16 de Abril de 2014


Porto Alegre
Agora
21ºC
Amanhã
19º 29º


Faça sua Busca


Notícias > Geral

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

20/12/2013 11:53 - Atualizado em 20/12/2013 12:03

Gaúchos são os que menos casam no País, indica IBGE

Taxa de nupcialidade foi de 4,6 para cada mil habitantes em 2012

Os gaúchos casam menos do que o restante da população brasileira. Segundo as Estatísticas do Registro Civil 2012 divulgadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira, a taxa de nupcialidade do Rio Grande do Sul é a menor entre os estados: 4,6 para cada mil habitantes. Já a média de casamentos no Brasil é de 6,9 por mil. Um dos motivos seria o aumento das uniões informais.

• Brasileiros casam mais tarde

Em 2012, foram registrados 1.041.440 no Brasil, 1,4% a mais que no ano anterior. O analista de informações do IBGE no Estado, Riovaldo Alves de Mesquita, explica que o índice é estável comparado com o ano passado. Porém, se forem considerados os dados da década de 1970, é muito inferior. No período, a taxa ficava em 13 por mil.

Além da tendência da informalidade, as mulheres estão casando mais tarde. A média de idade, há uma década, era de 23 anos. No ano passado, subiu para 25 anos. “As mulheres nas regiões Sul e Sudeste tendem a ser mais velhas do que as do Norte e Nordeste”, salientou. Uma das hipóteses é uma relação o aumento da escolaridade e da presença no mercado de trabalho cada vez maior. “É preciso cruzar os dados, mas é uma possibilidade. Como as mulheres estão mais inseridas no mercado de trabalho e estão estudando mais, adiam a união formal e a maternidade”, explicou. Já para os homens, a média passou de 26 para 28 anos no Brasil.

Bookmark and Share


Fonte: Karina Reif / Correio do Povo





» Tags:IBGE Casamento Geral


O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.