Correio do Povo

Porto Alegre, 20 de Abril de 2014


Porto Alegre
Agora
23ºC
Amanhã
18º 27º


Faça sua Busca


Notícias > Internacional

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

24/12/2013 21:53

Homem morre após ser baleado por policial durante protesto em Buenos Aires

Grupo realizava manifestação contra o corte de energia elétrica na capital argentina

Um homem morreu nesta terça-feira após ser baleado por um policial quando participava de um protesto contra o corte no fornecimento de energia elétrica que afeta vários bairros de Buenos Aires, em meio a uma onda de calor prolongada. Angel Duarte, 40, não resistiu a duas cirurgias no hospital Piñero, onde deu entrada com dois ferimentos de bala, um deles no abdome, informou uma fonte hospitalar.

O incidente aconteceu à meia-noite dessa segunda-feira, quando um grupo de vizinhos bloqueava o trânsito em uma rua do bairro de Flores. Um carro tentava furar o bloqueio e, de dentro dele, o cabo da polícia Nicolás Encinas atirou contra os manifestantes, segundo a agência oficial Télam.

O policial presta serviços para a Polícia de Trânsito e foi detido. Ele mora na rua onde ocorreu o protesto. Uma onda de calor atinge há duas semanas o centro e norte da Argentina, com temperaturas que variam de 25°C a 35°C.

Nessa segunda-feira, foi registrado um recorde histórico de demanda de energia no país, com um pico de 23.793 MW, superando em quase 400 MW a marca anterior, de 17 de dezembro, informou o governo. Na semana passada, 80 mil usuários de Buenos Aires e periferia sofreram cortes de luz, e, em muitos casos, ainda não tiveram o serviço normalizado.

O governo garante que há geração de energia suficiente para atender à demanda recorde, e atribui os cortes a falhas de distribuição. As duas distribuidoras de energia de Buenos Aires e periferia, Edenor e Edesur, abastecem 13 milhões de usuários.

Bookmark and Share


Fonte: AFP







O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.