Correio do Povo

Porto Alegre, 17 de Abril de 2014


Porto Alegre
Agora
17ºC
Amanhã
19º 26º


Faça sua Busca


Notícias > Geral

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

27/12/2013 12:50 - Atualizado em 27/12/2013 12:51

Macaco-prego é resgatado e passa a viver no Gramadozoo

Animal com perna amputada foi encontrado em gaiola

Macaco-prego com perna amputada foi encontrado em gaiola
Crédito: Halder Ramos / Especial / CP

Um jovem macaco-prego é o novo morador do Gramadozoo. Sem a perna direita e com apenas dois tocos de dedo na mão esquerda, o primata vivia em uma pequena gaiola nos fundos de uma casa no bairro Dutra, em Gramado, na Serra.

Depois de receber denúncia, a Patrulha Ambiental da Brigada Militar resgatou o animal e o levou até o Gramadozoo. O veterinário Renan Alves Stadler, responsável técnico, acredita que ele tenha sido atropelado quando filhote.

Em fase de adaptação, o macaquinho recebe os cuidados da equipe técnica no hospital do parque. Segundo o veterinário, o espaço onde está o animal foi adaptado para que ele possa fazer exercícios. “Colocamos cordas e galhos para estimular o animal. Apesar de não ter a pata e os dedos da mão, ele está super bem e realiza as brincadeiras. Em breve, será encaminhado ao recinto com outros animais da espécie”, afirma.

Stadler observa que o animal não possui condições de voltar à vida livre. Além de ter os membros amputados, o macaco foi criado em cativeiro desde pequeno. “Ele não saberia procurar alimento. Se fosse reintroduzido na natureza, certamente não sobreviveria. Um dos papéis dos zoológicos é preservar a vida de animais em situação de risco”, diz o veterinário.

O sargento Brás Scarsi, da Patrulha Ambiental da BM de Canela, destaca que retirar animais silvestres da natureza constitui crime ambiental. “Quando alguém encontrar um animal silvestre ferido, deve comunicar os órgãos ambientais, que farão os procedimentos adequados. Em hipótese alguma, deve criar em casa. Manter animais silvestres em cativeiro é crime”, alerta.

Na Região das Hortênsias, informações sobre animais silvestres em situação de risco podem ser comunicadas pelos telefones da Patram: (54) 3282-8547 ou (54) 3282-8560. Já a linha verde nacional do Ibama é 0800.618080.

Curiosidades

O macaco-prego é uma referência para os cientistas que estudam a evolução dos primatas. Existem muitos estudos sobre a espécie, que é considerada a mais inteligente das Américas. Pesquisadores descobriram a habilidade dos macaquinhos em usar pedras para quebrar cocos.

Os pregos são capazes de usar outros tipos de ferramenta, como varetas e pedras para cavar. As descobertas são importantes porque o uso de ferramentas pelos macacos-prego pode ajudar a explicar como a tecnologia influenciou a evolução de outra espécie de primata, o homem.

Bookmark and Share

Fonte: Halder Ramos / Correio do Povo







O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.