Correio do Povo

Porto Alegre, 19 de Abril de 2014


Porto Alegre
Agora
22ºC
Amanhã
15º 24º


Faça sua Busca


Notícias > Internacional

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

01/01/2014 15:13

Embaixador palestino em Praga morre em explosão

Polícia descartou ato terrorista na morte de Jamal al-Jamal

O embaixador palestino em Praga, Jamal al-Jamal, morreu nesta quarta-feira após uma explosão em sua residência. O chefe de polícia da cidade, Martin Cervicek, descartou um ato terrorista. Al-Jamal assumiu o comando da embaixada em outubro e, recentemente, havia se mudado para uma nova residência ao norte de Praga.

A explosão ocorreu quando o diplomata abriu um cofre antigo que havia sido transferido da sede diplomática anterior. "Poucos minutos depois, aconteceu a explosão, que provocou graves ferimentos no embaixador Al-Jamal, que foi levado a um hospital onde foi operado", afirma um comunicado do ministério.

Com base em fontes ligadas à investigação policial, o site de notícias Novinky.cz informou que a causa da explosão foi, provavelmente, a "manipulação inadequada de um explosivo perigoso".  "Uma mulher de 52 anos foi internada em outro hospital por causa da inalação de fumaça e uma reação nervosa", completou. O porta-voz da embaixada palestina, Nabil el-Fahel, declarou à rádio pública tcheca que toda a família do embaixador estava na residência no momento da explosão.

A polícia está investigando as causas da explosão. O ministério palestino das Relações Exteriores afirmou que enviará uma delegação de alto nível a Praga para uma reunião com funcionários tchecos e cooperar na investigação sobre a causa da explosão".

Bookmark and Share

Fonte: AFP





» Tags:Internacional


O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.