Correio do Povo

Porto Alegre, 20 de Abril de 2014


Porto Alegre
Agora
23ºC
Amanhã
18º 27º


Faça sua Busca


Notícias > Geral

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

01/01/2014 22:11 - Atualizado em 01/01/2014 22:16

EGR vai aplicar ao menos R$ 150 milhões nas estradas do RS em 2014

Construção de passarelas e restauração de rodovias estão no planejamento para o ano

Cerca de R$ 150 milhões, já em processo de licitação, devem ser aplicados em repavimentação de estradas estaduais pedagiadas, administradas pela Empresa Gaúcha Rodovias (EGR). O órgão encerrou 2013 com nove praças sob seu comando e previsão de outras cinco a serem assumidas nos primeiros dias de 2014. Em onze meses, foram investidos R$ 15 milhões em manutenção e obras de segurança. O orçamento da EGR para 2014 é de cerca de R$ 182 milhões, com uma malha de aproximadamente mil quilômetros a ser administrada, sendo que a meta é utilizar 80% desses recursos nas rodovias.

Os Serviços de Conservação Rodoviária de Rotina devem ser terceirizados para a empresa M.G. Serviços Rodoviários, que fornecerá mão-de-obra, equipamentos e materiais. No cronograma da EGR para 2014, está a construção da passarela de Travessia Urbana de Parobé. A estrutura permitirá a retirada de uma sinaleira na ERS 239, uma reivindicação da comunidade de mais de uma década.

Em Lajeado, a empresa contratou o serviço de recuperação asfáltica da ERS 130. Trabalho semelhante já foi realizado no trecho de 3,6 quilômetros entre a BR 386 e o entroncamento com a ERS 453. Esse intervalo, na zona urbana, não pertencia ao extinto polo de concessão rodoviária. Por isso, dependia de manutenção nos últimos 15 anos.

Está prevista também a recuperação do asfalto em 12 quilômetros da ERS 135, no trevo de acesso a Passo Fundo. A EGR administra 78,33 quilômetros da rodovia. Outra iniciativa é a construção do trevo de acesso à Universidade Federal da Fronteira Sul, em Erechim (EFFS), cuja obra teve início em dezembro. Também deve ser feita a pintura e instaladas tachas e refletivos para a sinalização em 380 quilômetros de rodovias. O início desse serviço ocorrera na ERS 122, na ERS 239 e na ERS 240.

A EGR prevê ainda o conserto de duas pontes sobre os arroios Cadeia, na ERS 122; e Sapiranga, na ERS 239. Além disso, foi feita a recomposição de talude na ERS 240. A partir da meia-noite do dia 7 de janeiro, a EGR passa a administrar 14 praças de pedágio, que contam já com a participação popular nos processos de decisão por meio dos oito Conselhos Comunitários das Regiões das Rodovias Pedagiadas (Corepes), transformando-se todos eles em pedágios públicos comunitários.


Bookmark and Share

Fonte: Karina Reif/Correio do Povo





» Tags:Rodovias Geral EGR


O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.