Correio do Povo

Porto Alegre, 21 de Abril de 2014


Porto Alegre
Agora
16ºC
Amanhã
18º 27º


Faça sua Busca


Notícias > Internacional

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

02/01/2014 16:02 - Atualizado em 02/01/2014 16:16

Berlusconi apresenta recurso contra condenação em caso de prostituição

Ex-chefe do governo italiano foi condenado a sete anos de prisão em junho

O ex-chefe do governo italiano, Silvio Berlusconi, apresentou oficialmente nesta quinta-feira um recurso contra sua sentença de sete anos de prisão pelo escândalo sexual "Rubygate". Ele foi condenado em 24 de junho, em primeira instância, a sete anos de prisão por abuso de poder e prostituição de menores.

Esta pena, assim como a proibição de exercer cargos públicos, não será aplicada enquanto houver recursos legais. Berlusconi foi julgado por ter pago dezenas de serviços sexuais entre fevereiro e maio de 2010 a Karima El Mahroug, apelidada de "Ruby, rouba-corações", uma menor de idade na época.

Ele também é acusado de ter pressionado a polícia de Milão na manhã de 28 de maio para libertar Ruby, que tinha sido presa por furto. Berlusconi alega inocência e solicita em seu recurso uma absolvição completa "por fatos que não aconteceram", conforme os advogados de defesa.  Em 27 de novembro, o magnata da televisão italiana perdeu seu cargo de senador e, assim, sua imunidade depois de ser sentenciado a um ano de prisão em um caso de fraude fiscal.

Devido a sua idade, ele pode evitar a prisão e cumprir a pena com trabalhos de "interesse geral". No entanto, poderá enfrentar um novo julgamento por corrupção de testemunhas, também no âmbito do "Rubygate", já que a justiça suspeita "que ele tenha alterado provas", subornando meninas que participaram das famosas festas promovidas em sua mansão em Arcore, perto de Milão.

Bookmark and Share


Fonte: AFP







O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.