Correio do Povo

Porto Alegre, 21 de Abril de 2014


Porto Alegre
Agora
16ºC
Amanhã
18º 27º


Faça sua Busca


Notícias > Internacional

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

02/01/2014 22:55 - Atualizado em 02/01/2014 23:05

Itamaraty aguarda contato de família de brasileira que morreu no Líbano

Jovem de 17 anos, nascida no Paraná, foi vítima de atentado terrorista em Beirute

Jovem de 17 anos, nascida no Paraná, foi vítima de atentado terrorista em Beirute<br /><b>Crédito: </b> AFP
Jovem de 17 anos, nascida no Paraná, foi vítima de atentado terrorista em Beirute
Crédito: AFP
Jovem de 17 anos, nascida no Paraná, foi vítima de atentado terrorista em Beirute
Crédito: AFP

O governo brasileiro não tinha recebido, até o começo da noite desta quinta-feira, pedido de auxílio da família da adolescente do Paraná, de 17 anos, que morreu em atentado no Líbano. O ataque matou outras três pessoas em um bairro de Beirute.

"O Itamaraty não recebeu do consulado brasileiro em Beirute qualquer informação", informou a assessoria da Pasta. Autoridades libanesas ou representantes da comunidade brasileira no País também não tinham ainda acionado os diplomatas do consulado.

Ainda por meio de sua assessoria, o Itamaraty sugeriu que a família da estudante Malak Zahwe procure a Divisão de Assistência Consular, em Brasília, ou o consulado na capital do Líbano. Malak nasceu e passou a infância em Foz do Iguaçu. No Líbano, ela morava com o pai e três irmãos. A estudante estava no bairro Haret Hareik, em Beirute, quando um carro bomba explodiu, ferindo cerca de 20 pessoas.


Bookmark and Share

Fonte: AE







O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.