Correio do Povo

Porto Alegre, 17 de Abril de 2014


Porto Alegre
Agora
24ºC
Amanhã
19º 26º


Faça sua Busca


Notícias > Internacional

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

12/01/2014 14:32

Combates entre jihadistas e rebeldes deixam 700 mortos em nove dias na Síria

Cerca de 200 pessoas morreram nas últimas 48 horas

Os combates ferozes travados entre jihadistas e rebeldes, em sua maioria muçulmanos, no norte da Síria, deixaram 700 mortos e centenas de desaparecidos em nove dias, segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos (OSDH), organismo com sede na Grã-Bretanha que se baseia em uma rede de militantes e fontes médicas sírias.

"Entre 3 de janeiro e 11 de janeiro, os combates deixaram 697 mortos reportados e centenas de prisioneiros nos dois lados, cujo destino ainda é ignorado. Entre os mortos estão 351 rebeldes, 246 jihadistas e 100 civis, 21 dos quais foram executados", segundo a organização.

O balanço pode ser muito maior, já que dezenas de mortos não foram identificados. Cerca de 200 pessoas morreram apenas nas últimas 48 horas, o que demonstra a intensidade dos combates. O chefe do OSDH, Rami Abdel Rahman, afirmou que o número de mortos pode ser de mais de mil, mas sua organização não pôde documentar todas as mortes devido à intensidade dos combates.

Enquanto isso, o exército do presidente Bashar al-Assad aproveita as lutas internas para tentar aumentar seu controle na província de Aleppo. Neste domingo, a aviação do regime lançou barris repletos de explosivos contra os povoados de Al-Bab, matando ao menos oito pessoas, e de Hreinta.

Bookmark and Share


Fonte: AFP







O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.