Porto Alegre, sábado, 22 de Novembro de 2014

  • 13/01/2014
  • 09:22
  • Atualização: 09:44

Liberado tráfego de veículos em meia pista na BR 116, em Tapes

Rodovia ficou bloqueada por mais de quatro horas devido a alagamento

Rodovia ficou bloqueada por mais de quatro horas devido a alagamento | Foto: PRF / Divulgação / CP

Rodovia ficou bloqueada por mais de quatro horas devido a alagamento | Foto: PRF / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo e Rádio Guaíba

O tráfego de veículos no Km 366 da BR 116 em Tapes, no Centro-Sul do Estado, foi liberado por volta das 9h desta segunda-feira. O fluxo, no entanto, ocorre em meia pista com sentidos alternados de acordo com o movimento. Ainda não há previsão para liberação total da rodovia.

Uma hora mais cedo, o trânsito havia sido liberado apenas para veículos pesados. A rodovia ficou totalmente interrompida por mais de quatro horas devido a um alagamento. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a água chegou a cerca de 50 cm de profundidade. A PRF desconhece as causas do acúmulo de água, mas a suspeita é de que tenha ocorrido o rompimento de alguma barragem na região.

Meteorologia alerta para risco de chuva forte

A MetSul Meteorologia alerta para o risco de chuva forte a torrencial, localizada, durante esta segunda-feira nas Metades Leste e Sul do Rio Grande do Sul e no Leste de Santa Catarina. Torres já teve chuva forte na noite desse domingo com acumulado superior a 50 mm, cerca de metade da média de todo mês. Já na cidade de Barão do Triunfo, a Sudoeste de Porto Alegre, o acumulado do domingo superou os 100 mm, conforme medição de pluviômetro pessoal. A região de Camaquã foi outra que registrou elevados volumes de chuva nas últimas horas.

Muitas nuvens cobrem hoje parte do Rio Grande do Sul e as condições do tempo são ditadas pela circulação de uma área de baixa pressão junto ao Leste do Estado, segundo a MetSul. Chove em várias regiões e com maiores volumes no Sul e na Metade Leste, perto do eixo do centro de baixa pressão. Alerta-se que nestas áreas, que incluem o Litoral, a Grande Porto Alegre, Serra e entorno da Lagoa dos Patos, alguns pontos podem ter pancadas fortes a até torrenciais com elevados volumes em curto intervalos, o que pode gerar transtornos como alagamentos.

O fluxo de umidade para o Sul do Brasil é abundante, o que interagindo com o cavado (baixa pressão) cria cenário propício para precipitações fortes. Apesar da instabilidade, haverá períodos de aberturas no Estado, mesmo com sol, sobretudo no Oeste. A temperatura seguirá amena na maioria das cidades.

Bookmark and Share


TAGS » Trânsito, Geral, BR 116