Porto Alegre, sexta-feira, 28 de Novembro de 2014

  • 15/01/2014
  • 09:00
  • Atualização: 09:18

Operação tartaruga gera filas em corredores de ônibus da Capital

Veículos trafegam na velocidade mínima permitida em protesto de rodoviários

Õnibus trafegam lentamento na avenida Farrapos | Foto: Anselmo Cunha / Especial / CP

Õnibus trafegam lentamento na avenida Farrapos | Foto: Anselmo Cunha / Especial / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

A operação tartaruga organizada pelo Sindicato dos Rodoviários de Porto Alegre já causa filas nos corredores de ônibus da Capital na manhã desta quarta-feira. De acordo com a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), os coletivos trafegam em baixa velocidade nas avenidas Farrapos, Osvaldo Aranha e Protásio Alves no sentido bairro-Centro.

Além do protesto de rodoviários, a chuva também causa transtornos no trânsito da capital gaúcha. A EPTC pede atenção aos motoristas por acúmulo de água na avenida Aparício Borges, próximo à rua Pedro Boticário, no sentido sul-norte. A chegada a Porto Alegre é lenta pela BR 290, a freeway, a partir do Km 92 até a avenida Castelo Branco. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) alerta para os motoristas terem cuidados nas rodovias gaúchas em razão da chuva.

Sem acordo no reajuste salarial com o Sindicato das Empresas de Ônibus de Porto Alegre (Seopa), os rodoviários decidiram em assembleia nessa terça-feira entrar em estado de greve. A ideia é trafegar vagarosamente pelas vias da Capital até que a Seopa melhore a contrapropostas de reajuste. A categoria deseja aumento de 14%. Os rodoviários ainda querem adicional de risco de vida e redução da jornada de trabalho para 36 horas semanais.

Bookmark and Share